Porto Velho (RO) quinta-feira, 29 de julho de 2021
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Bancos ficam fechados hoje e amanhã


Kelly Oliveira
Agência Brasil


Brasília - Os bancos ficarão fechados hoje (4) e amanhã (5), feriado de carnaval. Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), o atendimento voltará ao normal a partir do meio-dia na Quarta-Feira de Cinzas (6).

Em nota, a Febraban lembra que as contas de consumo (água, luz, telefone e TV a cabo, por exemplo) e os carnês que vencem nos dias 4 e 5 deste mês poderão ser pagos no próximo dia útil - 6 de fevereiro, sem incidência de multa. Os tributos, normalmente, já estão com a data ajustada pelo calendário de feriados federais, estaduais e municipais.

A federação lembra ainda que os clientes podem agendar nos bancos os pagamentos das contas de consumo ou pagá-las (as que têm código de barras) nos caixas automáticos e equipamentos de auto-atendimento, ou ainda nos correspondentes bancários, como lotéricas, Correios e outros estabelecimentos comerciais.


 

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu