Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Bancários decidem se param por 24 horas ou por tempo


Agência O Globo BRASÍLIA - Os bancários de São Paulo, do Distrito Federal e de outros estados se reúnem em assembléia-geral nesta segunda-feira á noite, para decidir se realizam uma paralisação de 24 horas nesta terça-feira (26). No caso do Distrito Federal, a greve pode ser por tempo indeterminado.Na pauta de reivindicações dos bancários, que tem data-base definida em 1º de setembro, estão aumento salarial de 7,05% mais a reposição da inflação dos últimos 12 meses, garantia da jornada diária de seis horas e participação de 5% do lucro linear dos bancos.O presidente do Sindicato dos Bancários do Distrito Federal, Jacy Afonso, disse que os bancários querem ainda melhores condições de segurança e que o horário de atendimento ao público seja ampliado, passando de 11 às 17 horas para 9 às 17 horas. A ampliação, segundo Jacy, geraria mais empregos e proporcionaria maior qualidade de vida aos bancários.As reivindicações foram entregues a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) em agosto.- Até hoje a Fenaban não apresentou nenhuma proposta para a categoria bancária - disse Jacy.A Fenaban marcou uma nova rodada de negociações com os bancários para quarta-feira (27), em São Paulo.

Mais Sobre Política - Nacional

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO

Mulheres são homenageadas na Câmara por se destacarem na luta por direitos

Mulheres são homenageadas na Câmara por se destacarem na luta por direitos

Em sessão solene no plenário da Câmara dos Deputados, a Medalha Mietta Santiago foi entregue hoje (19) a cinco mulheres que se destacaram na luta por