Porto Velho (RO) domingo, 20 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Aumento da passagem de ônibus gera confusão


Agência O Globo

SALVADOR - O decreto da Prefeitura de Salvador que aumentou o preço da passagem do transporte coletivo para R$ 2 causou confusão desde cedo nos terminais e pontos de ônibus da capital. Tudo porque, de acordo com o decreto, esse novo valor entraria em vigor neste sábado, mas o prefeito determinou que as empresas continuassem cobrando R$ 1,70 e só na terça-feira começassem a cobrar os R$ 2.

Ainda segundo o decreto da prefeitura, a decisão serviria para que o usuário pudesse se "adequar ao novo reajuste". Mas, neste sábado pela manhã, como tinham o direito de pagar por mais três dias a tarifa antiga, os passageiros não aceitaram a nova cobrança. A indefinição provocou protestos, tumulto e até registro de queixa na delegacia.

O anúncio do reajuste de 17,6% na passagem de ônibus foi feito nesta sexta pelo secretário Municipal de Transportes, Nestor Duarte, durante uma coletiva para a imprensa. O valor da passagem passou de R$ 1,70 para R$ 2.- Os empresários queriam R$ 2,35. A Fundação Getúlio Vargas, que é uma instituição de renome nacional, apresentou uma proposta em R$ 2,21 ou R$ 2,14, sem gratuidade. Nós depois de estudarmos tudo chegamos ao número de R$ 2. Nós entendemos que é um preço possível de ser pago pela população e entendemos, também, que é um valor que pode, de alguma forma, remunerar o sistema operacional de transportes.Transporte seletivo

O reajuste vale também para o transporte seletivo. No circular Campo Grande/Sé, a tarifa aumenta de R$ 1,50 para R$ 1,75. Nos microônibus, que circulam para bairros como Iguatemi, Ribeira, Imbuí, Boca da Mata, Pituba e Cajazeiras XI, a passagem passa para R$ 4.Já nos seletivos para a Praça da Sé, para o Aeroporto e Praia do Flamengo, a tarifa cobrada agora é de R$ 5,60. De acordo com o decreto da Prefeitura, o valor de R$ 2 deve ser mantido até 1° de janeiro de 2009. Além disso, os empresários devem cumprir algumas determinações previstas no acordo.

O decreto municipal determina que o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Salvador (Setps) deve renovar mil veículos da frota nos próximos dois anos. Parte desta frota renovada deve ser adaptada para pessoas com necessidades especiais. A tarifa integrada, que por enquanto era limitada aos estudantes, será estendida para todos os usuários do Salvador Card.Quem pega dois ônibus em menos de uma hora paga metade da tarifa pela segunda viagem. Ainda de acordo com a Secretaria, os cartões abastecidos antes do aumento valem até o fim do crédito.

O pagamento da tarifa com o reajuste só será obrigatório a partir de terça-feira.- Nós estamos dando um prazo de 48h para que toda a população tome conhecimento pela imprensa e a partir daí será cobrado o novo valor - explica o secretário Nestor Duarte.Mas, para o Setps, o aumento já está em vigor.- O decreto é muito claro. Vale a partir de 0h de sábado - declara Horácio Brasil, presidente do Setps. O aumento da passagem surpreendeu muita gente nesta sexta à noite em Salvador.- Está difícil. A passagem está muita cara e a situação fica difícil para o usuário - revela o segurança Enzo Soares.

Mais Sobre Política - Nacional

GENTE QUE MUITO PULA

GENTE QUE MUITO PULA

É melhor ficar quieto e deixar que pensem que você talvez tenha errado do que mexer-se e tirar a dúvida

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos