Porto Velho (RO) terça-feira, 13 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Após denúncia, Secom diz que cartilhas são distribuídas pelos Correios


Cristiane Jungblut - Agência O GloboBRASÍLIA - O atual subsecretário de Comunicação Institucional (Secom) da Secretaria Geral da Presidência, Luiz Tadeu Rigo, disse que, desde que assumiu a secretaria, em agosto do ano passado, as revistas sobre as ações de governo são distribuídas por meio dos Correios, sem qualquer participação do PT. Ele argumentou que o caso investigado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) de que a Secom em 2005 delegou ao PT a distribuição de material de divulgação do governo se refere à gestão anterior, quando o comando da secretaria estava a cargo do ex-ministro Luiz Gushiken.Segundo Luiz Tadeu Rigo, apesar de afirmar não ter detalhes sobre o caso, o subsecretário disse que não considera errado recorrer ao PT para distribuir material, "desde que o material tenha chegado aos seus destinatários".- Desde que assumi, a distribuição é feita basicamente pelos Correios. Não tratei desse tema, e a Secom enquanto secretaria não foi suscitada a se pronunciar. Mas imagino que a razão (de recorrer ao PT) tenha sido a da economicidade, que é um argumento plausível. Não vejo problema nenhum nisso, desde que tenha chegado aos seus destinatários. Isso é legal. O objetivo é que chegue aos cidadãos brasileiros - disse Luiz Tadeu Rigo, acrescentando:- Adotamos uma outra forma, mas isso não significa nenhuma crítica à anterior.Segundo ele, é "estranho" o caso, investigado no ano passado, voltar à discussão às vésperas das eleições. Luiz Tadeu Rigo disse ainda que o custo com os Correios é muito alto, mas não soube informar o valor.A antiga Secom tinha status de ministério até julho do ano passado, quando Luiz Gushiken foi afastado do cargo. Naquela época, a Secom se transformou em subsecretaria e passou a ser subordinada à Secretaria Geral da Presidência, do ministro Luiz Dulci.

Mais Sobre Política - Nacional

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

A pasta seria ocupada inicialmente pelo general Augusto Heleno

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

O exame tem validade de cinco anos para condutores com menos de 65 anos.

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro e Boulos precisam decidir se querem dar um passo em frente ou dois passos atrás.