Porto Velho (RO) terça-feira, 13 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Anvisa analisa risco do uso do Voltaren e do Cataflam


Carolina Brígido - Agência O GloboBRASÍLIA - O estudo que aponta novos riscos no uso de medicamentos feitos à base de diclofenaco sódico está sendo submetido a análise de um grupo de técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Após essa análise, a agência vai decidir se suspenderá ou não a comercialização dos medicamentos - dentre os quais, os antiinflamatórios Voltaren e Cataflam. No entanto, conforme uma nota divulgada nesta quinta-feira pela Anvisa, ainda não foram encontrados elementos que justifiquem essa medida.A pesquisa, publicada na revista Nature e no Jornal of the American Medical Association, demonstra que o uso regular do diclofenaco sódico pode causar problemas cardíacos em 40% dos casos estudados. Segundo a nota da Anvisa, o diclofenaco está no mercado há cerca de 20 anos. "É medicamento que depende de prescrição por riscos já conhecidos, os quais justificam um acompanhamento próximo pelo médico em caso de uso continuado", informa o texto.A nota também explica que a agência sempre acompanha esse tipo de estudo e, ao decidir ou não pela suspensão das vendas, leva em consideração os riscos e os benefícios potenciais das drogas. "Até o momento, não foram detectadas evidências que levem à necessidade de qualquer mudança imediata com relação à prescrição e uso dos medicamentos derivados do princípio ativo diclofenaco no país", conclui a nota.

Mais Sobre Política - Nacional

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

A pasta seria ocupada inicialmente pelo general Augusto Heleno

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

O exame tem validade de cinco anos para condutores com menos de 65 anos.

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro e Boulos precisam decidir se querem dar um passo em frente ou dois passos atrás.