Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Aneel aprova novo edital do leilão de linhas de transmissão


Agência O GloboBRASÍLIA - A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira o novo edital do leilão de concessão de 14 linhas de transmissão de energia e três subestações. A licitação está marcada para o dia 24 de novembro, na Bolsa de Valores do Rio de Janeiro. O leilão anterior foi suspenso por causa de duas liminares na Justiça. A agência, então, decidiu cancelar o edital e publicar um novo para agilizar o processo de licitação.As concessões visam a instalação, operação e manutenção de aproximadamente 2.250 quilômetros de novas linhas que passarão por oito estados: Mato Grosso, Rondônia, Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Bahia, Espírito Santo e Paraná. As linhas deverão entrar em operação comercial em prazos que variam entre 18 e 22 meses, a partir da assinatura do contrato de concessão.Na próxima segunda-feira, a agência realizará reunião de esclarecimento sobre o leilão. Os documentos de pré-qualificação deverão ser entregues na Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC) no dia 2 de outubro. A lista dos pré-qualificados será anunciada no dia 20 de outubro, e o depósito das garantias terá que ser realizado até as 14h do dia 23 de novembro, véspera do leilão, também na CBLC. A assinatura dos contratos de concessão está prevista para o dia 23 de março de 2007.A Aneel também aprovou nesta terça-feira uma resolução que estabelece a metodologia de revisão tarifária periódica dos novos contratos de concessão de transmissão dos próximos leilões. A falta dessas normas foi o questionamento feito na Justiça que levou à suspensão do leilão.Serão feitas três revisões, a cada cinco anos, até o 15º ano do contrato. A concessão é de 30 anos. No cálculo da revisão, será considerada a variação do custo dos financiamentos que as empresas tomaram para investir na construção das linhas.

Mais Sobre Política - Nacional

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO

Mulheres são homenageadas na Câmara por se destacarem na luta por direitos

Mulheres são homenageadas na Câmara por se destacarem na luta por direitos

Em sessão solene no plenário da Câmara dos Deputados, a Medalha Mietta Santiago foi entregue hoje (19) a cinco mulheres que se destacaram na luta por