Porto Velho (RO) sexta-feira, 3 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Aldo: Disputa política vai arrefecer após eleições


Agência O Globo BRASÍLIA - O presidente da Câmara, Aldo Rebelo, disse que o acirramento da disputa eleitoral entre dois candidatos a presidente da República é natural, principalmente à medida que se aproxima o dia da eleição. Aldo ressaltou porém que, passado o segundo turno, a tendência é que essa disputa agressiva entre oposição e governo fique mais amena. - O que eu receio é que a luta política degenere para conflitos mais graves, o que não é desejável para a democracia no Brasil - afirmou. Em relação à última pesquisa do Instituto Datafolha sobre as intenções de voto para o segundo turno da eleição presidencial, em que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ampliou sua vantagem sobre Geraldo Alckmin, Aldo comentou que deve ser respeitada, mas que é apenas o retrato de um momento e que já viu resultados de pesquisas serem desmentidos nas urnas. Aldo anunciou que convocará sessões deliberativas do plenário da Câmara para as próximas segunda e terça-feiras, com o objetivo de votar medidas provisórias que trancam a pauta, em especial a que cria o Refis 3. Ela foi alterada pelo Senado e precisa ser votada novamente pela Câmara até o dia 27 deste mês para não perder a validade. Aldo disse que fará o possível para garantir o quorum das votações, mas reconheceu que a eleição exige a participação de muitos deputados, o que dificulta a obtenção do quorum para deliberações importantes. - Vou fazer o que estiver ao meu alcance, mas, se não alcançarmos o quorum, vamos ter paciência e tentar um outro esforço para que as votações aconteçam - disse o presidente da Câmara. Sobre o reajuste dos salários dos parlamentares, Aldo afirmou que não conversou sobre o assunto com o presidente do Senado, Renan Calheiros. Ele disse também que não existe nenhum projeto sobre esse tema. Segundo Aldo, a remuneração dos parlamentares deverá ser tratada quando a Câmara discutir os resultados do estudo que está sendo feito pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) com o objetivo de ampliar a racionalização dos custos, a transparência das informações e a redução dos gastos da Casa.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu