Porto Velho (RO) domingo, 24 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Alckmin volta a subir o tom contra Lula no rádio


Agência O GloboRIO - O candidato do PSDB a presidente da República, Geraldo Alckmin, subiu mais uma vez o tom contra o candidato do PT à reeleição, presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante o programa eleitoral no rádio. Alckmin acusou o presidente Lula e o PT de espalhar boatos de que o tucano pretende privatizar as estatais:- O Lula está falando isso só para assustar as pessoas e ganhar votos. Cuidados com os boatos que o PT está espalhando por aí - disse Alckmin.O tucano, que usou depoimentos do governador de Minas, Aécio Neves, e do prefeito do Rio, Cesar Maia, aproveitou ainda o programa, que falou sobre seu plano de desenvolvimento, para atacar o aerolula:- Nem o presidente da França, nem o primeiro-ministro da Inglaterra, nem o Papa tem um avião de luxo. Você sabia que com o Geraldo na presidência essa mordomia vai acabar. O Geraldo vai vender o aerolula e usar esse dinheiro para construir cinco hospitais descentes para a população - diz o locutor do programa.Já em seu programa, Lula preferiu manter um tom mais ameno. Ele fez comparações entre seu governo e o de Fernando Henrique Cardoso e criticou a política econômica do PSDB, dizendo que foi apenas em seu governo que a economia ficou estabilizada. Ele acusou ainda o PSDB de fazer uma campanha de ódio para dividir o país.No programa, que falou sobre o Sudeste, mas não citou o Espírito Santo, os Senadores Marcelo Crivella e Sérgio Cabral deram declarações de apoio ao governo. A repórter fala que eles "são dois dos maiores representantes" do Rio de Janeiro. Vladimir Palmeira, que foi o candidato do PT ao governo no Rio - derrotado no primeiro turno pelo peemedebista Sérgio Cabral - não foi citado.

Mais Sobre Política - Nacional

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO), informou que Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC)

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO