Porto Velho (RO) sábado, 20 de abril de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Alckmin reage a comparação com Hitler


Adriana Vasconcelos - Agência O GloboCASCAVEL (Ceará) - O candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, reagiu às declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato do PT à reeleição, que comparou o discurso da oposição ao de Adolf Hitler. Lula falou que a oposição "daqui a pouco vai querer mudar de povo" porque ele tem a preferência do eleitorado. Segundo Alckmin, a declaração de Lula é descabida e o petista é que tem agido de forma autoritária.- Isso é totalmente descabido (a comparação com Hitler). Não tem o menor cabimento. Quem tem perfil autoritário é esse governo que quer controlar a imprensa, a Ancinav e o mensalão. O mensalão é a maneira autoritária de submeter um Poder a outro - disse Alckmin.O tucano fez uma caminhada na cidade de Cascavel, a 70 km de Fortaleza. Ele estava acompanhado do senador Tasso Jereissati e do deputado e candidato ao Senado Moroni Torgan (PFL-CE). O governador do Ceará, Lúcio Alcântara, que é candidato à reeleição, não participou do evento e nem deve se encontrar com Alckmin. Alcântara tem reclamado do apoio do seu partido e até já usou a imagem de Lula em sua propaganda eleitoral.Em discurso no Templo da Assembléia de Deus de Santa Cruz, Zona Oeste do Rio, nesta sexta-feira, Lula atacou aqueles que, segundo ele, desprezam os pobres. Para Lula, tem gente "que gostaria de trocar o povo brasileiro". Segundo o petista, essa idéia já gerou filosofias perigosas "como a idéia de uma raça superior defendida por Hitler". Na ocasião, Lula afirmou ainda que outros presidentes tiveram vergonha de assumir o apoio dos evangélicos. E encerrou seu discurso se dizendo crente.- Somos todos crentes. Somos todos brasileiros. No final da tarde, Lula e a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, participaram do terceiro teste industrial do HBio na refinaria Alberto Pasqualini (Refap), na região metropolitana de Porto Alegre.

Mais Sobre Política - Nacional

Decreto de Jair Bolsonaro extingue centenas de canais de participação social em políticas públicas

Decreto de Jair Bolsonaro extingue centenas de canais de participação social em políticas públicas

No pacote divulgado ontem (11) para marcar os 100 dias de governo, o presidente Jair Bolsonaro assinou o Decreto 9.759, que pretende diminuir de 700 p

Senador Confúcio Moura faz intervenção e ministro da Saúde manterá tratamento de saúde especial aos indígenas

Senador Confúcio Moura faz intervenção e ministro da Saúde manterá tratamento de saúde especial aos indígenas

Diversas lideranças indígenas procuraram os vereadores Joveci do Pacarana (PSDB) e Adão Salvatico (PRB), em Espigão do Oeste, para tentar impedir a ex

Violência Doméstica contra mulher pode implicar em indenização

Violência Doméstica contra mulher pode implicar em indenização

Mulheres vítimas de violência doméstica estão mais perto de conquistar direito à indenização por danos morais. Pelo texto do Projeto de Lei 1380/19, q

O presidente Jair Bolsonaro admite: Pressão derrota Capitalização na Previdência

O presidente Jair Bolsonaro admite: Pressão derrota Capitalização na Previdência

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que o regime de capitalização, um dos pilares da proposta de reforma da Previdência idealizada pelo ministro da Ec