Porto Velho (RO) terça-feira, 20 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Alckmin: 'Por muito menos, o Collor caiu'


Cláudia Lamego e Elenilce Bottari - Agência O GloboRIO - O candidato do PSDB a presidente, Geraldo Alckmin, disse neste sábado que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve muita tolerância da oposição e que, por muito menos, o ex-presidente Fernando Collor de Mello sofreu o impeachment. Alckmin acusou o governo Lula de ser autoritário e criticou a Polícia Federal pelo atraso no desfecho das investigações sobre a tentativa de petistas de comprar um dossiê contra os tucanos.- Há uma corrosão de credibilidade no que o Lula fala. Ao contrário, houve muita tolerância porque, por muito menos, o Collor caiu. Ele (Lula) não pode querer impunidade, porque esta é a mãe da corrupção. Não é possível chamar de meninos quem cometeu crimes. Até hoje não explicaram de onde veio o dólar, como entrou no Brasil. Certamente foi de forma ilegal. Quem é o dono? As pessoas que foram presas são bagrinhos. Nada foi explicado e, em vez de explicar, foram pegos com a boca na botija, aí vem com bobagem de golpe -disse, referindo-se à declaração de Lula, de que a oposição está sendo golpista.Alckmin foi neste sábado à Cidade de Deus, onde recebeu dos rappers MV Bill e Nega Gizza, dois dos fundadores da Central Única de Favelas (Cufa), uma carta com reivindicações de projetos para a juventude das comunidades carentes. Na sede da Cufa, Alckmin assistiu a apresentações de teatro e de dança de rua, ofereceu um boné a MV Bill com a inscrição "Tamu junto e misturado" e disse que estava vivendo o momento de maior emoção de sua campanha:- Estamos encerrando essa caminhada cívica, percorri os 27 estados e hoje aqui, Cidade de Deus, na Cufa, é o momento de maior emoção, de esperança e confiança de que o Brasil vai melhorar. Quero voltar aqui como presidente de vocês - disse Alckmin, que caminhou pela comunidade com o prefeito Cesar Maia e a candidata do PPS ao governo do Rio, Denise Frossard.

Mais Sobre Política - Nacional

Sergio Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ

Sergio Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ

O juiz federal Sergio Moro, que assumirá o Ministério da Justiça no próximo governo, confirmou hoje (20) os nomes dos delegados Maurício Valeixo pa

Paulo Guedes quer secretaria de privatizações para acelerar a venda de ativos

Paulo Guedes quer secretaria de privatizações para acelerar a venda de ativos

O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, pretende criar uma Secretaria de Privatizações no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) par

Haddad vira réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

Haddad vira réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

É a primeira vez que o petista se torna réu em ação criminal

O presidente eleito Jair Bolsonaro diz que soberania e leis do Brasil devem ser respeitadas

O presidente eleito Jair Bolsonaro diz que soberania e leis do Brasil devem ser respeitadas

Em meio a reações como a do governo cubano que decidiu suspender a parceira com o Programa Mais Médicos, o presidente eleito Jair Bolsonaro voltou a