Porto Velho (RO) terça-feira, 20 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Aeronáutica nega operação-padrão de controladores de vôo


Alan Gripp - Agência O GloboBRASÍLIA - A Aeronáutica negou que os controladores de vôo tenham iniciado uma operação-padrão, que teria contribuído para o colapso da capacidade de controle do tráfego aéreo brasileiro. Em entrevista coletiva neste sábado, o diretor-geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Dcea), brigadeiro Paulo Roberto Cardoso Vilarinho, disse que os profissionais estão operando dentro das normas internacionais, cuidando de, no máximo, 14 aviões ao mesmo tempo. Ele negou que os controladores tenham tomado a iniciativa de reduzir a quantidade de vôos sob supervisão após o acidente com o Boeing da Gol, em Mato Grosso, que matou 154 pessoas.- Eu estou traumatizado com o acidente e os controladores também estão. Mas estamos trabalhando dentro do limite previsto. Um controlador pode eventualmente cuidar de 15 ou 16 vôos, mas são situações esporádicas e normais - disse Vilarinho.O comandante disse que a situação foi provocada por uma série de fatores, entre eles o aumento do número de vôos de aeronaves de pequeno porte em função das eleições, a expansão da aviação comercial e do número de vôos, problemas meteorológicos e a perda de oito controladores, afastados temporariamente em função do acidente da Gol - uma medida de praxe em caso de acidentes aéreos. Com a sobrecarga do controle aéreo, os atrasos nas decolagens desde sexta-feira chegam a quatro horas.- Para fazer frente a este congestionamento precisamos de mais controladores. Hoje, eles trabalham próximo do limite.O brigadeiro informou que o centro de controle aéreo de Brasília, cuja sobrecarga resultou no colapso, receberá o reforço de controladores vindos de unidades da Aeronáutica de todo o país. Seis já chegaram à cidade. O Cindacta 1 controla o tráfego aéreo dos principais aeroportos do país, entre eles, Guarulhos, Congonhas, Galeão, Santos Dummont, Juscelino Kubitschek (Brasília) e Confins (Belo Horizonte).Vilarinho disse que os atrasos continuarão nos próximos dias, mas ele espera que, a partir de segunda-feira, o tráfego aéreo diminua.

Mais Sobre Política - Nacional

Sergio Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ

Sergio Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ

O juiz federal Sergio Moro, que assumirá o Ministério da Justiça no próximo governo, confirmou hoje (20) os nomes dos delegados Maurício Valeixo pa

Paulo Guedes quer secretaria de privatizações para acelerar a venda de ativos

Paulo Guedes quer secretaria de privatizações para acelerar a venda de ativos

O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, pretende criar uma Secretaria de Privatizações no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) par

Haddad vira réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

Haddad vira réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

É a primeira vez que o petista se torna réu em ação criminal

O presidente eleito Jair Bolsonaro diz que soberania e leis do Brasil devem ser respeitadas

O presidente eleito Jair Bolsonaro diz que soberania e leis do Brasil devem ser respeitadas

Em meio a reações como a do governo cubano que decidiu suspender a parceira com o Programa Mais Médicos, o presidente eleito Jair Bolsonaro voltou a