Porto Velho (RO) quinta-feira, 15 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Aeronáutica garante que tráfego está normal e que transtornos são reflexos


Agência O GloboBRASÍLIA - O comando da Aeronáutica assegura que estão normais as condições da malha de tráfego aéreo em todo o país. Segundo o comandante da Aeronáutica, brigadeiro Luis Carlos Bueno, os problemas são reflexo dos atrasos da noite passada ou mesmo culpa de overbooking praticado pelas companhias aéreas.- Todos os aeroportos estão livres para pousos e decolagens e estão operando normalmente - garantiu Bueno, que também afirmou que não há "nenhuma possibilidade" de falta de segurança nos vôos.A Aeronáutica confirma que detectou o colapso no fluxo aéreo, o que levou o comando a convocar 149 controladores de vôo militares que operam na Cindacta-I (Primeiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo), em Brasília - o centro é responsável por 85% do tráfego aéreo de todo o país.- Tive que fazer esta intervenção, esta convocação militar, por perceber que tinha alguma coisa de anormal - disse, acrescentando que não foi capaz de identificar qual era a causa da anormalidade. - Só sei que houve uma redução drástica de movimentação de aviões - disse Bueno, evitando classificar tal redução como uma operação-padrão dos controladores de vôo.A partir da convocação de emergência, todos os controladores de Brasília permanecerão no Cindacta, com um médico e quatro psicólogos à disposição, até que seja montada uma escala de plantões que garanta a volta a normalidade nos aeroportos. Devem ser escalados 30 controladores por dia, 10 por turno. Todos permanecerão em alojamentos no Cindacta.Segundo o comandante da Aeronáutica, os controladores que não tiverem condições emocionais de trabalhar serão dispensados. Onze deles pediram afastamentopor motivo de saúde.Para garantir tráfego normal na volta do feriadão, as companhias aéreas, a Infraero e o Departamento de Controle do Espaço Aéreo estão trabalhando no replanejamento de vôos. Também foram remanejados sete controladores de outros centros e estão sendo preparados outros 11 profissionais da reserva que voltarão à ativa neste período de emergência.Aeronáutica garante que se planejou para aumento de demanda por controladores de vôoO comandante Bueno nega que houvesse uma crise anunciada no controle de tráfego aéreo do país, como vem sendo denunciado pelos controladores de vôo. Ele assegura que a Aeronáutica vem se preparando há anos para o aumento da demanda por profissionais responsáveis pelo controle do fluxo de aviões.- Pelo planejamento dos últimos três anos, estamos formando 30% de controladores a mais do que formávamos anteriormente - afirmou.Ele reconhece, porém, que havia previsão de necessidade de novos profissionais a partir inauguração do Cindacta-IV (Quarto Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo), em Manaus, em junho passado.- Estávamos operando no nosso limite, esperando chegar o final de novembro, quando entrariam 80 controladores [que terminam o curso de formação no dia 24 de novembro e iniciam treinamento imediato] - informou. Novas turmas de 80 alunos serão formadas em junho e novembro de 2007 Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR), localizada na cidade de Guaratinguetá (SP).Apesar desse planejamento, o comandante da Aeronáutica enfatiza que o afastamento, para tratamento psicológico, dos oito controladores que estavam de plantão no momento do acidente com o avião da Gol, em 29 de setembro, gerou déficit de pessoal acima do esperado. Além disso, segundo Bueno, muitos outros controladores passaram mal nos últimos dias e foram afastados por falta de condições emocionais para trabalhar.

Mais Sobre Política - Nacional

 JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

Dinheiro para financiar a campanha presidencial do PSDB

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse ontem (14) que manterá o programa Mais Médicos e vai substituir os cerca de 8.500 profissionais cubanos p

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele