Porto Velho (RO) segunda-feira, 21 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Acusado de participação no assalto ao BC de Fortaleza é encontrado morto


Agência O GloboRIO - A polícia de São Paulo investiga a morte de três homens, que foram encontrados dentro de um poço, em um sítio em Santa Isabel, no interior paulista. Segundo a polícia, uma das vítimas tinha ligação com o assalto ao Banco Central em Fortaleza, em 2005, quando R$ 150 milhões foram roubados.

A polícia chegou ao local por meio de uma denúncia anônima. Os corpos foram resgatados dentro de um poço de 22 metrros de profundidade. Mais de 40 homens, entre bombeiros, policiais civis e militares trabalharam na operação.

Um dos mortos foi identificado como Ancelmo Oliveira Magalhães, de 32 anos, também conhecido como cebola. Segundo a polícia, ele participou do assalto ao Banco Central de Fortaleza.

A polícia não confirmou a participação dos outros dois homens no roubo. No local, foram encontrados dinheiro, cartões de crédito, cheques e o alvará de soltura de Ancelmo. Duas mulheres que estavam no sítio foram presas. Segundo os policiais que investigam o caso, elas são suspeitas de roubo e estavam foragidas.

Mais Sobre Política - Nacional

GENTE QUE MUITO PULA

GENTE QUE MUITO PULA

É melhor ficar quieto e deixar que pensem que você talvez tenha errado do que mexer-se e tirar a dúvida

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos