Porto Velho (RO) quarta-feira, 16 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Acordo incluiu ajuda a acusado no escândalo sanguessuga


Agência O GloboPara anunciar seu apoio à candidatura de Arlindo Chinaglia (PT) à presidência da Câmara, semana passada, o PMDB incluiu no pacote do acordo mais uma condição: que os petistas e outros integrantes da base do governo ajudem a arquivar o processo contra o deputado João Magalhães (PMDB-MG). O parlamentar mineiro responde a processo no Conselho de Ética por envolvimento no escândalo dos sanguessugas. Como ele foi reeleito, o caso poderá ser reaberto na nova legislatura, que começa em 1º de fevereiro. Magalhães fez todos os esforços para que seu caso fosse julgado ainda nesta legislatura e chegou a pedir ao presidente do Conselho, Ricardo Izar (PTB-SP), que incluísse seu processo na pauta de votação.De acordo com a reportagem publicada nesta sexta pelo jornal O Globo, um parlamentar do PMDB confirmou que o apoio à absolvição do deputado mineiro foi discutida com o comando da campanha de Chinaglia. Procurado pelo GLOBO, João Magalhães negou que o pedido tenha ocorrido.- Não teve nada disso, nem toquei nesse assunto - disse Magalhães, que esteve esta semana em Brasília e participou da reunião do PMDB que decidiu pelo apoio a Chinaglia.

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul