Porto Velho (RO) sexta-feira, 14 de maio de 2021
×
Gente de Opinião

Polícia

PRF divulga o resultado Operação Independência 2012


A Polícia Rodoviária Federal encerrou às 24h de domingo, dia 09 de
setembro de 2012, a Operação Independência 2012 . Durante a Operação
Independência foram registrados 43 acidentes com 37 feridos e dois
(02) óbitos.

A ação ostensiva dos policiais rodoviários federais contou com
radares, etilômetros e reforço na escala policial que atuaram nos dias
06 e 07 e 09 de setembro de 2012 nas rodovias federais que cortam os
estados de Rondônia e Acre.

Os agentes da PRF fiscalizaram as infrações que, normalmente, dão
causa aos acidentes ou que potencializam suas consequências. Tais
como: excesso de velocidade, ultrapassagens indevidas, uso do cinto de
segurança e, principalmente, da condução de veículos após o consumo de
bebidas alcoólicas, conforme a Lei 11.705.

Foram fiscalizados 1139 veículos, sendo que 241 motoristas foram
autuados , 34 veículos retidos e 06 CNHs recolhidas. Foram prestados
ainda 4 auxílios a usuarios e realizados 4 escoltas/batedores. Durante
a fiscalização, foi verificada a documentação adequada dos veículos e
do condutor, os equipamentos obrigatórios.

Fonte: Insp. Marcia/ NUCOM
21ª SRPRF/RO-AC

 

Mais Sobre Polícia

Operação mira golpe em oferta de vacina contra a Covid; pelo menos 20 prefeituras podem ter sido lesadas, diz polícia

Operação mira golpe em oferta de vacina contra a Covid; pelo menos 20 prefeituras podem ter sido lesadas, diz polícia

Uma empresa que ofereceu doses da vacina de Oxford/AstraZeneca a pelo menos 20 prefeituras de todo o Brasil é alvo de uma operação nesta quinta-feira

Deputado Jair Montes defende produtores de leite e pede que Governo tome medidas urgente para proteger a cadeia produtiva

Deputado Jair Montes defende produtores de leite e pede que Governo tome medidas urgente para proteger a cadeia produtiva

O deputado estadual Jair Montes (Avante) tem se manifestado em suas redes sociais e conversado com o Governador Marcos Rocha para que o Estado tome