Porto Velho (RO) sexta-feira, 27 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Polícia

PM localiza armas usadas na morte de ancião na zona rural de Guajará-Mirim


No início desta semana a Central de Operações do 6º Batalhão de Polícia Militar recebeu informação de que um corpo estaria caído ao solo numa varanda de uma casa na chácara 2 de Junho, Ramal 5, na localidade Comara – zona rural de Guajará-Mirim.

Ao local se fez presente a guarnição do cabo Da Silva auxiliado pelos PMs Eguiberto e Santana, que ao chegar constatou oito perfurações de objeto pontiagudo no cadáver.

 A perícia esteve no local para realizar os procedimentos de identificação. Após os serviços periciais o corpo foi liberado aos familiares e identificado como sendo da vítima Roberto Manoel Gomes, 83 anos, que vivia sozinho na propriedade rural.

Apreensão dos acusados

Aproximadamente 10 horas após a morte do idoso, quando a patrulha comandada pelo cabo Antenor em companhia do cabo Calmont e dos PMs J. Carlos, Juary e Souza, começaram a desvendar o homicídio com a apreensão de um menor de 13 anos. O menino, disse ter visto todo o ocorrido e passou a delatar os três colegas, também menores de idade. Comentou ainda que, o falecido era seu avô de criação.

De posse das informações colhidas com o suposto neto de Roberto, as radiopatrulhas com apoio dos policiais civis passaram a realizar buscas na captura dos demais envolvidos, conseguindo apreender todos eles.

Tanto policiais militares do 6º BPM, como policiais civis lotados no Sevic da 1ª delegacia de Polícia estiveram empenhados na elucidação do caso que chocou a população guajaramirense.

Localização das armas

Com a apreensão do quarteto de menores infratores, sendo eles: três de 13 anos de idade e um de 15, a Policiai Militar em Guajará-Mirim chegou até as armas, que segundo versão de um dos menores para ceifar a vida de Roberto, foi usado um martelo e uma faca, que depois do crime foram jogados dentro de um poço localizado no quintal da casa.

 O corpo de Bombeiros resgatou a faca e o martelo do fundo do poço.

Na tarde do bárbaro assassinato do ancião a guarnição do cabo Da Silva encontrou num dos cômodos da casa e apreendeu, uma espingarda cal. 16 e certa quantidade de munição cal. 22.

Vizinhos da vítima relataram aos PMs que Manoel possuía além da espingarda 16, também tinha um rifle cal. 22. Conversando com os supostos infratores, os militares lograram êxito na recuperação e apreensão do rifle, que fora levado pelos menores depois do cometimento delituoso e posteriormente o esconderam num matagal.

 
Confissão dos adolescentes

Um dos jovens disse que todos já tinham ido à chácara por três vezes. Falou ainda que, sabiam da existência das armas, mas teriam que roubá-las e que depois de roubadas iriam formar uma gangue. Segundo ele, o outro envolvido que é considerado parente de Manoel, foi quem levou todos ao local.

Eles disseram  que não queriam matar o ancião e que o menor de 15 anos foi o autor das marteladas e facadas que vitimou Roberto. Frisou ainda que a vítima primeiro foi atingido por um pedaço de cana, onde ao ver o esfaqueamento saiu correndo e não viu o momento em que roubaram o rifle e nem onde o esconderam.

   Os quatro jovens, juntamente com o martelo, a faca, o pedaço de cana, 49 cartuchos cal. 22 intactos e as duas armas de fogo, apreendidas, foram encaminhados à delegacia de Polícia Civil para os procedimentos legais.

O delegado plantonista flagranteou todos e estão recolhidos ao Centro Sócio Educativo do Menor aguardando o posicionamento da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Guajará-Mirim. Autor PM Almeida 6º BPM.

Fonte: Lenilson Guedes

 

Mais Sobre Polícia

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

O 5º Batalhão de Polícia Militar de Rondônia (5º BPM – Batalhão Belmont) realiza, nesta sexta-feira (23), às 19h, a formatura militar alusiva ao seu

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Na manha de hoje (21), a Polícia Rodoviária Federal participou da Operação Arinna, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime O