Porto Velho (RO) terça-feira, 1 de dezembro de 2020
×
Gente de Opinião

Polícia

PF vai ter fiscalização mais rigorosa contra bancos


A Superintendencia da Polícia Federal em Rondônia, por meio da Delegacia de Controle de Segurança Privada, enviou ofício ao Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Rondônia (SEEB/RO) na manhã desta quinta-feira, 23/2, confirmando que vai atender ao pedido do Sindicato em ampliar a fiscalização e possível autuação das agências bancárias de todo o Estado que ainda não cumprem as determinações da Lei Estadual nº 2.530.

A lei, de autoria do deputado Hermínio Coelho (PT – Porto Velho) e sancionada pelo governador Confúcio Moura no dia 25 de julho de 2011, torna obrigatória a instalação de dispositivos de segurança nas agências e postos de serviços de instituições financeiras.

No entanto, mesmo passados sete meses, os bancos instalados em Rondônia continuam insistindo em ignorar essas determinações e sequer se dão ao trabalho de dar uma justificativa plausível para os representantes dos trabalhadores, bem como à própria sociedade.

“A lei completou sete meses desde sua sanção pelo governador e, até o momento, mesmo depois de termos tido o cuidado de informar a edição da lei para cada instituição financeira instalada no Estado, os bancos continuam ignorando a lei ou, simplesmente, a desobedecendo. Isso comprova, novamente, que a preocupação dos bancos não é com as pessoas, mas simplesmente com o lucro”, avalia José Pinheiro, presidente do SEEB/RO.


ADEQUAÇÕES

Entre as adequações que deverão ser feitas pelos bancos e cooperativas de créditos estão a instalação de porta com detector de metais e travamento e retorno automático; sistema de monitoração e gravação de imagens 24 horas, câmeras com sensores de movimento de alta resolução, instalação de vidros que suportem até disparos de calibre .45 entre outras.

A lei prevê advertência para os estabelecimentos que não se adequarem e, em caso de reincidência, multas que podem chegar até 20.000 UPF’s (Unidade Padrão Fiscal) ou até mesmo o fechamento definitivo da agência.
 

NÚMEROS SOMBRIOS

Uma pesquisa nacional realizada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) e pela Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV), confirmou que 49 pessoas foram assassinadas em assaltos envolvendo bancos em 2011, uma média de quatro vítimas fatais por mês, o que representa um aumento de 113,04% em relação a 2010, quando foram registradas 23 mortes.

Estes números sombrios levaram a PF a multar pelo menos dez bancos por descumprimento à lei federal nº 7.102/83, em montantes que, somados, chegaram a R$ 1.258 milhões.


 

PF vai ter fiscalização mais rigorosa contra bancos - Gente de Opinião

Fonte: Rondineli Gonzalez

Mais Sobre Polícia

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

O 5º Batalhão de Polícia Militar de Rondônia (5º BPM – Batalhão Belmont) realiza, nesta sexta-feira (23), às 19h, a formatura militar alusiva ao seu

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Na manha de hoje (21), a Polícia Rodoviária Federal participou da Operação Arinna, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime O