Porto Velho (RO) sexta-feira, 27 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Polícia

MP-RO deflagra Operação Niké



O Ministério Público de Rondônia deflagrou nesta manhã de quarta-feira, 14 de setembro, a Operação Niké, por meio de investigações realizadas pelo Centro de Atividades Extrajudiciais (CAEX) e Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), bem como pela Promotoria de Justiça da Comarca de Ariquemes.
 
Para a execução da operação, o Ministério Público contou com a parceria da Polícia Civil do Estado de Rondônia e do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado – GAECO do Ministério Público do Estado da Paraíba, a fim de cumprir mandados de busca e apreensão, prisão temporária, condução coercitiva e suspensão temporária do exercício de função pública.
 
A investigação foi iniciada em novembro de 2015 e revelou direcionamento de licitações na Prefeitura de Cujubim em favor da empresa CONSTRUTORA E EMPREENDEDORA VITÓRIA LTDA., durante os anos de 2014 a 2016.
 
Segundo apurado, a empresa havia sido condenada judicialmente em data pretérita à pena de proibição de contratação com o Poder Público, em ação civil pública por ato de improbidade, por fatos praticados durante a gestão do ex-Prefeito Ernan Amorin, que renunciou ao cargo, assumindo como Chefe do Executivo Municipal o então Vice-Prefeito, FÁBIO PATRÍCIO NETO.
 
As fraudes continuaram na gestão de FÁBIO PATRÍCIO NETO envolvendo a empresa CONSTRUTORA E EMPREENDEDORA VITÓRIA LTDA, que celebrou contratos junto à Prefeitura para a prestação dos mais variados serviços, sendo certo que nos processos licitatórios geralmente ela era a única a concorrer ou a ser habilitada.
 
O cenário trazido à colação pelo Ministério Público desnuda organização criminosa voltada à prática dos crimes de falsidade ideológica, fraude à licitação e peculato.
 
Entre outras, estão sendo cumpridas as seguintes medidas, dentro e fora do Estado de Rondônia: quatro mandados de prisão temporária nos municípios de Cujubim e João Pessoa / PB, em face de FÁBIO PATRÍCIO NETO (Prefeito de Cujubim), WILSON FEITOSA DOS SANTOS (“Alemão” – Vereador no Município de Cujubim), SIDNEI GODOY (empresário) e LEANDRO EUDES DOS SANTOS MEDEIROS (engenheiro contratado pela Prefeitura de Cujubim); dez mandados de busca e apreensão, sendo na Prefeitura Municipal de Cujubim, Construtora e Empreendedora Vitória Ltda., Eudes Engenharia & Consultoria Ltda-EPP, Shopping do Estudante, entre outros locais; cinco ordens de suspensão temporária do exercício de função pública; e quatro conduções coercitivas, todas determinadas pelo Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia.
 
O nome da operação é uma referência ao nome “Victoria”, pelo qual a deusa “Nike” era chamada pelos romanos, em alusão à empresa investigada.
 
Fonte: Ascom MPRO

Mais Sobre Polícia

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

O 5º Batalhão de Polícia Militar de Rondônia (5º BPM – Batalhão Belmont) realiza, nesta sexta-feira (23), às 19h, a formatura militar alusiva ao seu

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Na manha de hoje (21), a Polícia Rodoviária Federal participou da Operação Arinna, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime O