Porto Velho (RO) segunda-feira, 15 de julho de 2019
×
Gente de Opinião

Justiça

MPF recomenda que Distrito de Saúde Indígena em Cacoal não pratique nepotismo

Legislação proíbe que servidores efetivos ou comissionados coloquem parentes em cargos comissionados, temporários ou de estágio sem concurso


MPF recomenda que Distrito de Saúde Indígena em Cacoal não pratique nepotismo - Gente de Opinião

O coordenador do Distrito de Saúde Indígena de Cacoal recebeu uma recomendação do Ministério Público Federal (MPF) para que não pratique nepotismo. O MPF orientou que todos os servidores comissionados devem preencher uma declaração de vínculo familiar com outros servidores ou prestadores de serviço, caso tenham esse vínculo. O Distrito de Saúde Indígena de Cacoal não pode ter em seu quadro de pessoal servidores comissionados, servidores temporários ou estagiários contratados sem concurso público e que tenham vínculo familiar com outros servidores efetivos e comissionados. Os empregados das empresas terceirizadas que prestam serviço a aquele órgão público também não podem ter vínculo familiar com servidores comissionados.

A recomendação é resultado de uma investigação instaurada no MPF em Ji-Paraná para apurar eventual prática de nepotismo no Distrito Sanitário Indígena, em Cacoal. Em informações enviadas ao MPF, há relatos de que parentes de servidores efetivos estão ocupando cargos comissionados ou funções de confiança, ou sendo prestadores de serviço de empresas contratadas pelo Distrito Sanitário.

O MPF expõe na recomendação que a prática de nepotismo é uma grave ofensa aos princípios da Administração Pública e configura ato de improbidade administrativa. O Distrito de Saúde Indígena de Cacoal tem 60 dias para informar se acatará a recomendação, informando e comprovando as providências adotadas.

Mais Sobre Justiça

MPF e MP/RO recomendam que Caerd forneça água em distritos do baixo Madeira

MPF e MP/RO recomendam que Caerd forneça água em distritos do baixo Madeira

O Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Estado de Rondônia (MP/RO) recomendaram que a Companhia de Águas e Esgotos do Estado de R

MP consegue sentença condenatória para que Estado adote medidas para solucionar irregularidades no Hospital Regional de Buritis

MP consegue sentença condenatória para que Estado adote medidas para solucionar irregularidades no Hospital Regional de Buritis

O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça da Comarca de Buritis, obteve sentença condenatória da Justiça, em ação

NOTA DE PESAR da Justiça do Trabalho de Rondônia e Acre

NOTA DE PESAR da Justiça do Trabalho de Rondônia e Acre

O Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região, com jurisdição nos Estados de Rondônia e Acre, na pessoa do seu presidente, desembargador Osmar J. Ba

Projeto Justiça e Cidadania leva estudantes da rede pública a acompanharem sessão de julgamento no Tribunal do Júri

Projeto Justiça e Cidadania leva estudantes da rede pública a acompanharem sessão de julgamento no Tribunal do Júri

Candidatos ao concurso “Justiça e Cidadania também se aprendem na escola: meu conhecimento faz justiça”, os alunos do 1º ano do Ensino Médio da Escola