Porto Velho (RO) terça-feira, 22 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Justiça

MPF recomenda que Distrito de Saúde Indígena em Cacoal não pratique nepotismo

Legislação proíbe que servidores efetivos ou comissionados coloquem parentes em cargos comissionados, temporários ou de estágio sem concurso


MPF recomenda que Distrito de Saúde Indígena em Cacoal não pratique nepotismo - Gente de Opinião

O coordenador do Distrito de Saúde Indígena de Cacoal recebeu uma recomendação do Ministério Público Federal (MPF) para que não pratique nepotismo. O MPF orientou que todos os servidores comissionados devem preencher uma declaração de vínculo familiar com outros servidores ou prestadores de serviço, caso tenham esse vínculo. O Distrito de Saúde Indígena de Cacoal não pode ter em seu quadro de pessoal servidores comissionados, servidores temporários ou estagiários contratados sem concurso público e que tenham vínculo familiar com outros servidores efetivos e comissionados. Os empregados das empresas terceirizadas que prestam serviço a aquele órgão público também não podem ter vínculo familiar com servidores comissionados.

A recomendação é resultado de uma investigação instaurada no MPF em Ji-Paraná para apurar eventual prática de nepotismo no Distrito Sanitário Indígena, em Cacoal. Em informações enviadas ao MPF, há relatos de que parentes de servidores efetivos estão ocupando cargos comissionados ou funções de confiança, ou sendo prestadores de serviço de empresas contratadas pelo Distrito Sanitário.

O MPF expõe na recomendação que a prática de nepotismo é uma grave ofensa aos princípios da Administração Pública e configura ato de improbidade administrativa. O Distrito de Saúde Indígena de Cacoal tem 60 dias para informar se acatará a recomendação, informando e comprovando as providências adotadas.

Mais Sobre Justiça

Vencedores do Concurso de Redação do Projeto Justiça e Cidadania são premiados

Vencedores do Concurso de Redação do Projeto Justiça e Cidadania são premiados

O Projeto Justiça e Cidadania na Escola chega ao fim nesta sexta-feira (18), com a solenidade de encerramento que será marcada pela entrega dos prêmio

Nota de Pesar - Falecimento de Décio José de Lima Bueno

Nota de Pesar - Falecimento de Décio José de Lima Bueno

É com grande pesar que a Corregedoria-Geral da Justiça de Rondônia (CGJ) comunica o falecimento de Décio José de Lima Bueno, ocorrido no dia 17 de o

Ministério Público é parceiro do projeto Destemidas Marias de conscientização contra a violência doméstica

Ministério Público é parceiro do projeto Destemidas Marias de conscientização contra a violência doméstica

O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio da 35ª Promotoria de Justiça (Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher), é um dos parceiros