Porto Velho (RO) domingo, 22 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Justiça

Café da manhã marca a despedida de juiz do interior na magistratura


Café da manhã marca a despedida de juiz do interior na magistratura - Gente de Opinião

Após 22 anos atuando na carreira da magistratura, o juiz da comarca de Jaru, Elsi Antônio Dalla Riva, esteve no Fórum Cível de Porto Velho, quando fora surpreendido com a presença de um grupo composto por 14 magistrados. Oferecido pelos colegas magistrados que o acompanharam nessa longa jornada na Justiça de Rondônia, o café da manhã foi especial porque marcou a despedida do magistrado na judicatura, a aposentadoria foi publicada no Diário Oficial da Justiça nesta quarta-feira (14).

Em meio a despedida do magistrado das funções jurisdicionais, a vice-presidente da Ameron, Inês Moreira da Costa, parabenizou pela carreira de sucesso construída pelo juiz do interior. “O colega Elsi já contribuiu muito para o Poder Judiciário, sempre dedicado e empenhado em prestar uma jurisdição efetiva. Soube conciliar as atividades no Fórum com sua vida pessoal, ficando registrado por ocasião da votação de sua aposentadoria que nunca precisou de licença médica. Com certeza, sua atuação como magistrado fará falta ao Judiciário Rondoniense”, afirma a magistrada.

A juíza da 10ª Vara Cível de Porto Velho, Duília Sgrott Reis, atuou, em parceria com o juiz Elsi Antônio Dalla Riva, nas atividades e projetos desenvolvidos pelo Judiciário. A magistrada destaca o perfil do colega nas jornadas de trabalho.  “Ele sempre foi um magistrado respeitado pela forma de tratar o jurisdicionado, bem como pela dedicação ao desempenhar a atividade jurisdicional. Disposto a contribuir e ajudar em projetos sociais que pudessem melhorar a qualidade de vida das pessoas, nas Comarcas onde atuou. Deixará muitas saudades nos colegas que continuam na magistratura e sempre será um exemplo a ser seguido para aqueles que pretendem exercer essa missão”, comenta a juíza.

A mesma opinião é compartilhada pelo juiz auxiliar da Corregedoria do TJRO, Fabiano Pegoraro Franco. “Trata-se de um magistrado exemplar, que sempre demonstrou uma dedicação plena à magistratura. Com elevado senso de justiça, deixou seu legado nas Comarcas em que atuou, prestando a tutela jurisdicional de forma célere e humanizada. O Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia teve uma baixa considerável. Deixamos de ter a contribuição de um grande Magistrado. Contudo, os laços de amizade permanecerão perenes”, reflete o magistrado que também participou de projetos da Justiça, em parceria com o juiz recém-aposentado.

A juíza Úrsula Gonçalves Theodoro de Faria Souza, ressalta os valores e a ética profissional seguida pelo juiz Elsi Antônio Dalla Riva nessas quase duas décadas na judicatura. “Gaúcho e magistrado de grandeza, como diriam seus conterrâneos.  Ele é dessas pessoas raras, extremamente dedicado a profissão, a seus valores, firme em suas posições, mas de uma humanidade e nobreza no reconhecimento e crença no outro, como poucos. Sua atuação exemplar nas causas sociais, por exemplo, em que mobiliza a comunidade e as instituições para a estruturação de abrigo e unidade de internação em sua comarca, são modelos de humanização, acolhimento, responsabilização e crescimento, tornando-se modelo de sucesso e de replicação. Preocupado com sua missão institucional, sempre fez questão de evidenciar a correção e os limites de atuação do Poder Judiciário e do magistrado, prezando pela imagem, qualidade e presteza na prestação jurisdicional”, endossa a magistrada que ainda complementa, “o Poder Judiciário de Rondônia, os colegas magistrados e os amigos agradecem muito por todo o conhecimento e experiência compartilhados, sabendo que fez escola e muitos trilharão pelo caminho que desbravara. Desejamos ainda mais sucesso nos novos desafios”, pontua.

O juiz Elsi Antônio Dalla Riva tomou posse como juiz do TJRO em setembro de 1997. O magistrado atuou nas comarcas de Santa Luzia do Oeste, Cacoal, Pimenta Bueno, Costa Marques, Porto Velho e Jaru (onde fora lotado desde 2003 até ser removido à Porto Velho em abril de 2019, por critério de merecimento). Antes de atuar no Judiciário, trabalhou na iniciativa privada e foi servidor – acumulando ao todo 43 anos de serviços públicos.

No café da manhã que marcou a despedida do juiz Elsi Antônio Dalla Riva, compareceram a vice-presidente da Ameron, Inês Moreira da Costa; o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Walter Waltenberg da Silva Júnior; o corregedor geral da Justiça, desembargador José Jorge Ribeiro da Luz; o vice-diretor da Emeron, Guilherme Ribeiro Baldan; e ainda os juízes, Fabiano Pegoraro Franco; Duiília Sgrott Reis; Ilisir Bueno Rodrigues; José Augusto Alves Martins; Jorge Luiz dos Santos Leal; Wanderley José Cardoso; Tânia Mara Guirro; Edenir Sebastião da Rosa Albuquerque, e Úrsula Gonçalves Theodoro de Faria Souza.

Juiz da comarca de Jaru, Elsi Antônio Dalla Riva - Gente de Opinião
Juiz da comarca de Jaru, Elsi Antônio Dalla Riva

Mais Sobre Justiça

Universidade Federal Fluminense abre programa de mestrado em parceria com TRE-RO

Universidade Federal Fluminense abre programa de mestrado em parceria com TRE-RO

A Universidade Federal Fluminense (UFF), em parceria com o Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE-RO) e com o Instituto de Pesquisas Socio

MPF recomenda que agências do INSS em Rondônia modifiquem atendimento ao público

MPF recomenda que agências do INSS em Rondônia modifiquem atendimento ao público

O Ministério Público Federal em Rondônia recomendou às agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que adotem medidas urgentes para identif

Lei de prevenção à violência contra a mulher, de autoria de Cristiane Lopes, é sancionada

Lei de prevenção à violência contra a mulher, de autoria de Cristiane Lopes, é sancionada

Foi sancionada no município de Porto Velho, a Lei nº 2649/2019, que cria a Campanha Permanente de Conscientização e Enfrentamento ao Assédio e Vio

Tribunal de Justiça de Rondônia perda de cargo a ex-coordenador de segurança, por ato de improbidade

Tribunal de Justiça de Rondônia perda de cargo a ex-coordenador de segurança, por ato de improbidade

Por unanimidade de votos (decisão colegiada), a 1ª Câmara Especial do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, presidida pelo desembargador Gilberto