Porto Velho (RO) sexta-feira, 27 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Polícia

Atirador que matou estudantes fez pelo menos 60 disparos



Isabela Vieira
 Agência Brasil


Rio de Janeiro – Armado com dois revólveres, Wellington Menezes de Oliveira disparou pelo menos 60 tiros depois de invadir ontem (7) a Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na zona oeste da capital fluminense. A informação é do delegado Felipe Renato Ettore, da Divisão de Homicídios, que investiga o caso.

Durante entrevista à imprensa hoje (8), a Polícia Civil apresentou as duas armas usadas pelo atirador, além de oito carregadores e um cinto para munição. A procedência do equipamento é investigada pela Delegacia de Repressão a Armas e Explosivos.

De acordo com o delegado, tanto o revólver calibre 38 - que foi recarregado pelo menos nove vezes - quanto o calibre 32 são fáceis de serem usados e não requerem treinamento. “Os revólveres são armas de fácil manuseio”, disse.

As investigações também indicam que o assassino entrou na escola se apresentando como ex-aluno. Ao chegar à primeira sala de aula, ele disse apenas que ia dar uma palestra e começou a disparar aleatoriamente contra os estudantes, sem fazer distinção entre meninos e meninas.

Ontem de manhã, Wellington Menezes de Oliveira invadiu a escola e atirou em vários alunos, matando 12. A ação foi interrompida por um policial militar que disparou contra Wellington, imobilizando-o. Segundo a polícia, o atirador se matou diante do policial.

 

Mais Sobre Polícia

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

5º Batalhão da PM realiza formatura alusiva aos 27 anos, nesta sexta (23)

O 5º Batalhão de Polícia Militar de Rondônia (5º BPM – Batalhão Belmont) realiza, nesta sexta-feira (23), às 19h, a formatura militar alusiva ao seu

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Operação Arinna do MP/SP: PRF e RFB participam da operação para desarticular organização criminosa atuante na adulteração de combustível

Na manha de hoje (21), a Polícia Rodoviária Federal participou da Operação Arinna, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime O