Porto Velho (RO) segunda-feira, 27 de junho de 2022
×
Gente de Opinião

Orlando Cavalcante Pereira da Silva Junior

Coração de porcelana


Coração de porcelana - Gente de Opinião

Sou um curioso em relação a leilões embora participei de poucos e não dei muita sorte na empreitada – comprei um cavalo americano que morreu após um mês comigo e comprei uma égua já velha, com poucas condições de lida.

Como disse, por curiosidade pesquisando sobre leilões, verifiquei que em 2014, uma pequena tigela de porcelana bateu um recorde ao ser leiloada em Hong Kong por 36 milhões de dólares – meu Deus! Quão valiosa era a peça, imaginei.

Em 2017, um novo recorde com uma peça arrematada por 37 milhões de dólares. Daí perdi o chão imaginando o motivo de tão alto o valor do bibelô e o que leva uma pessoa a pagar muito por tão pouco, imagino eu que tão pouco.

Fui então pesquisar sobre a porcelana e descobri que ela possui uma rica história cercada de curiosidades e mistérios, alcançou o status de arte cobiçada em todo o mundo, e é presença marcante na moda e decoração há séculos, tendo surgido na China há mais de 1.700 anos, porém foi na dinastia Tang, no período de 618 a 907 de nossa era que ganhou notoriedade. Ou seja, é algo muito forte, valorizada e de grande apreço por todos.

Em outas palavras, podemos dizer que se compara ao amor, é longa, duradoura, apreciada e, como na vida real, precisou ser aperfeiçoada, como assim deve ser o amor.

E como o amor, a porcelana foi, é e sempre será objeto de desejo de todos os mortais dentre reis e plebeus – estou entre tais.

Tanto a porcelana como o amor, sofrem do apogeu a derrocada se não forem cuidados, bem tradados, admirados, venerados e conservados de forma que todo dia deverá ocorrer um tratamento especial com ambos, ou seja, cuidar, manter limpo, em local especial para que não venham a quebrar por falta de trato na manutenção.

 Não somente a porcelana, como também o amor, de longas datas, se converteram em objeto de desejo e são alternativas infalíveis para comporem projetos vida, paixão, carinho, atenção, dedicação para decoração do corpo e da alma com charme e elegância e perseverança.

Como a porcelana, vê-se que o amor, mais uma vez, são considerados atemporais, pois ambos podem ser utilizados em ambientes de diferentes estilos – quem nunca amou em lugares pouco convencionais ou ortodoxos - assim mesmo em ambientes com decoração moderna e descontraída a porcelana também é muito bem aceita.

Há quem diga que a porcelana aceita se pôr em qualquer lugar e ali ela se torna especial e como o amor, consegue superar chatices, emburramentos, beicinhos, distâncias e caras feia de ambos.

Quem nunca olhou para uma peça de porcelana e a admirou sem saber como é feita, como é comercializada, como é cuidada e como é tão bela em sua singela forma e assim também é o amor que, sem qualquer explicação deixa duas pessoas bobas, rindo com os olhos, namorando com o pensamento e amando até mesmo a distância.

A aquisição de um objeto de porcelana deve ser comemorada de forma especial como assim é o encontro, o reencontro, a vontade de ver a pessoa amada e a tristeza de vê-la partir, mesmo que volte amanhã.

O amor duradouro, como dura é a porcelana deve ser tratado com o mesmo carinho de um bibelô para que se mantenha firme, com valor inestimável, com a leveza de uma peça de arte, com a pureza do material que foi concebido para que assim, supera também a inveja, a ira, o terror, a antipatia, a ganância de quem, estando perto, porém não próximo não aceitam que pessoas se amem.

O amor entre duas pessoas deve ser, como bem disse Clarice Lispector “Ela levantou a cabeça e mostrou que não era uma boneca de porcelana, mas que podia ser quebrada várias vezes e que sempre conseguia se juntar sem perder nenhum dos pedaços”.

Ele ou ela, mesmo como se de porcelana forem, jamais poderão quebrarem-se em suas essências pois, cada um é uma parte de um amor todo e que em perfeita simbiose se unem para tornarem-se um só amor sem que cada um seja seu próprio eu.

Que assim como é a porcelana, sejamos o amor de longo tempo, valoroso, firme, cobiçado, valoroso e por fim, uma peça única e exclusiva moldada por Deus.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Orlando Cavalcante Pereira da Silva Junior

Resistência e força

Resistência e força

Em meus momentos de quarentena, resolvi falar sobre resistência, perseverança, força e amor.

O dia de hoje

O dia de hoje

Nada importa, a espera pode ser de anos, séculos, vidas ou quem sabe... hoje!

Mistura mais que perfeita, escrita por dois corações

Mistura mais que perfeita, escrita por dois corações

Hoje completamos a maioridade e com ela vem a responsabilidade, digo, o prazer em continuar fazendo um do outro um ser mais feliz e pleno.Que bom ac

Serumanozinha

Serumanozinha

Li algumas vezes que não somos nós que escolhemos as pessoas que amamos e sim somos escolhidos de forma que, trocam-se olhares, chamegos, afagos e c