Porto Velho (RO) quinta-feira, 3 de dezembro de 2020
×
Gente de Opinião

Opinião

TRISTES TÓPICOS - POR EDSON LUSTOSA


 
TRISTES TÓPICOS - POR EDSON LUSTOSA - Gente de Opinião
 
Edson Lustosa
 
 
 
TÁ EXPLICADO
 
Não justifica, mas explica: o responsável pela propaganda do Supermercado Gonçalves, empresa que pediu recuperação judicial, é o mesmo responsável pelo marketing eleitoral do prefeito Mauro Nazif. A diferença é que Mauro parece não ter recuperação.
 
 
REJEIÇÃO
 
Onze em cada dez pesquisas realizadas apontam alta rejeição para atual administração municipal de Porto Velho. Até mesmo na área em que mais acumulou acertos, a agricultura, a rejeição estaria crescendo, impulsionada pelo modus operandi no uso de máquinas pesadas.
 
 
AUTOESTIMA
 
Porto-velhenses sonham com uma gestão que eleve a autoestima comunal. Porto Velho pode superar Curitiba na disputa do título de capital da depressão. Enquanto lá a tristeza se impõe quando se levanta a vista para o céu cinzento. Aqui, é quando se baixa a vista para a cidade.
 
 
CRIME
 
A Constituição Federal diz que a retenção dolosa de verbas de natureza alimentar é crime. Agora é preciso ver se os cérebros responsáveis pelo controle da gestão pública concordam com o constituinte de 88. Na Assembleia Legislativa, o jurista Maurão de Carvalho discorda.
 
 
IGNORÂNCIA
 
Havia um personagem de humor, do Chico Anysio, que tinha como bordão: “a ingnorança é que astravanca o progréssio”. No RH da Assembleia, a Lei do Acesso à Informação é simplesmente ignorada. Qual será o critério de Maurão para nomear seu “quadro técnico”?
 
 
A FILA ANDA
 
Natanael, Carlão, Valter… A fila anda. Carlão, queiram ou não, deixou sua marca: a Escola do Legislativo e a TV Assembleia, dentre outras realizações, como a climatização da sede do parlamento. E os que estão vindo depois dele? Vão deixar alguma coisa? Ou levar tudo?
 
 
FUMACÊ
 
Ai que saudade que dá! A gestão estadual da cultura, do esporte e do turismo já viveu dias bem melhores. Depois, só decepções governo após governo. Ao ponto de a antiga sede da Madeira-Mamoré, o “prédio do relógio”, ganhar o sutil apelido de “prédio da Maria-Fumaça”.
 
 
MATO QUEIMADO
 
Depois de muita queimação na Cultura, Confúcio deu uma pausa na internet e, num lampejo de governança, fez mudanças no quadro da Cultura. Já o turismo nunca foi levado a sério. Séria, ali, só a atuação do Tribunal de Contas, que tem pegado pesado com o controle externo.
 
 
LUTA LIVRE
 
Já na área do Esporte, a grande novidade parece que vai ser mesmo o incentivo à luta livre. No complexo político-administrativo (CPA) há inclusive secretários de estado que não perdem uma oportunidade de praticar. O clima organizacional anda bastante aquecido por ali.
 
 
NOVO SITE
 
Vilhena ganha dia 6 de julho um novo site: www.jornaldevilhena.com.br. Sem contratos de publicidade com órgãos públicos, sem beliscadas na verba indenizatória de deputados, sem nomeações para redatores nem seus parentes. Enfim: um primor de inovação no jornalismo.

Mais Sobre Opinião

O tribunal europeu (TEDH) dá andamento à queixa "Acção Climática" das crianças portuguesas + Restauração de Portugal independente

O tribunal europeu (TEDH) dá andamento à queixa "Acção Climática" das crianças portuguesas + Restauração de Portugal independente

O TRIBUNAL EUROPEU (TEDH) DÁ ANDAMENTO À  QUEIXA “ACÇÃO CLIMÁTICA” DAS CRIANÇAS PORTUGUESASNo rescaldo de Pedrogão Grande onde o Fogo matou 110 Pessoa

Começou a batalha pela presidência da Câmara em Porto Velho

Começou a batalha pela presidência da Câmara em Porto Velho

Acirra-se a briga pela presidência da Câmara Municipal de Porto Velho. O atual presidente Edwilson Negreiros está articulando um grupo forte para gara

Sua Excelência a abstenção

Sua Excelência a abstenção

Independente de quem saía consagrado das urnas no segundo turno do pleito para a prefeitura de Porto Velho (Hildon Chaves ou Cristiane Lopes), certo

A cidade foi a grande ausente no debate

A cidade foi a grande ausente no debate

Se o Ibope estiver certo em sua aferição, o prefeito Hildon Chaves (PSDB) vai permanecer por mais quatro anos no comando do município de Porto Velho