Porto Velho (RO) quinta-feira, 22 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Tom Cavalcante diz ter levado facada nas costas de Aécio


Gente de Opinião

247 - O ator e humorista Tom Cavalcante diz estar arrependido de ter gravado um vídeo em apoio ao senador Aécio Neves (PSDB) em 2014, quando o tucano se candidatou à presidência da República contra Dilma Rousseff.

"Foi uma facada pelas costas de 52 milhões de brasileiros", comentou, em entrevista à jornalista Mônica Bergamo, na Folha.

O tucano foi gravado pedindo R$ 2 milhões em propina ao empresário Joesley Batista, da JBS, e ainda mencionando a hipótese de matar quem recebesse o dinheiro antes que essa pessoa firmasse um acordo de delação premiada. O intermediário do dinheiro era seu primo, Frederico Pacheco, que foi preso.

O artista disse que também votou em Lula. "Acho que ele está mais arrependido do que eu", brinca. Sobre o governo Dilma, diz que o país estava "administrativamente sem rumo", mas que não foi às ruas pedir a saída da presidente e classifica o impeachment como "um golpe entre eles [políticos]".

Mais Sobre Opinião

O bom do silêncio

O bom do silêncio

Bolsonaro disse que não adianta exigir dele a postura de estadista, por que não é estadista.

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.