Porto Velho (RO) quarta-feira, 21 de outubro de 2020
×
Gente de Opinião

Opinião

TENDÊNCIAS: idéia de Constituinte para reforma política é mau sinal


Agência O Globo SÃO PAULO - A menos que se trate de manobra diversionista em período eleitoral, a idéia de convocar uma Assembléia Constituinte exclusiva para efetuar uma reforma política indica uma incrível falta de estudo adequado do assunto e uma ausência de senso de prioridade por parte do presidente e do ministro Tarso Genro. Buscar uma reforma política em meio a temas mais prioritários para o desenvolvimento, como as reformas para resolver o problema estrutural das finanças públicas e assim abrir espaço para a melhoria do sistema tributário e para elevar os níveis de investimento público, mostra que Lula, se reeleito, poderia conduzir mal o esforço de reformas de que o Brasil precisa para aumentar o seu potencial de crescimento. Mesmo que a reforma política se justificasse diante de outros desafios, não seria necessário mudar a Constituição. E se fosse o caso de alterar a Carta Magna para aprovar o sistema distrital - o que tem baixas chances de aprovação - a mudança poderia ser feita por emenda e não por uma Assembléia Constituinte específica. A proposta mostra uma incapacidade de reflexão sobre temas complexos, o que deve ser motivo de preocupação, caso Lula seja reeleito e se oriente por intuição ou pela visão de seus atuais assessores políticos. (Mailson da Nóbrega)

Mais Sobre Opinião

Corporativismo quer salvar o mandato do senador cuequeiro

Corporativismo quer salvar o mandato do senador cuequeiro

Quando se trata de fazer arranjos políticos, o Congresso Nacional não deixa por menos – com as devidas exceções -, apesar de essa não ser uma caract

Para quem tem cloroquina, quem se importa com vacinação?

Para quem tem cloroquina, quem se importa com vacinação?

Diante de severas crises que costumam abalar as Nações, tudo que se espera dos seus governantes, são ações, atitudes e comportamentos sensatos, equi

Campanha eleitoral não empolga eleitor

Campanha eleitoral não empolga eleitor

Em novembro próximo, o eleitor de Porto Velho terá um encontro marcado com as urnas. Vamos escolher prefeito e vinte e um vereadores. A campanha, poré

Tributo ao ativista e abolicionista contemporâneo, Dr. Wllian Johnes - Presidente da Ordem dos Bacharéis do Brasil- OBB

Tributo ao ativista e abolicionista contemporâneo, Dr. Wllian Johnes - Presidente da Ordem dos Bacharéis do Brasil- OBB

Mas uma vítima do trabalho análogo à de escravos a escravidão moderna da OAB, acaba de tombar. Com tristeza tomei conhecimento que no último dia 16.10