Porto Velho (RO) sábado, 17 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Requião: Moro foi capturado pela vaidade


Gente de Opinião

247 – O senador Roberto Requião (PMDB-PR) avalia que o juiz Sergio Moro foi capturado pelo pecado da vaidade e está tentando interferir em algo – a política – que não lhe diz respeito. "Ele não é agente da CIA, mas é fascinado pelos Estados Unidos e foi capturado pelo pecado preferido do diabo, que é a vaidade. Uma vez, duas vezes por mês, vai aos Estados Unidos dar palestras muito provavelmente remuneradas", disse Requião, num dos trechos de sua entrevista à TV 247.

Segundo o parlamentar, Moro se convenceu de ser uma espécie de Savonarola, numa referência ao frei que mandava para as fogueiras da Inquisição os incréus. Requião, no entanto, lembra que Savonarola foi queimado por tentar interferir em algo que não lhe dizia respeito, que era a eleição do papa. Requião afirma que Moro não tem conhecimento histórico, nem de sociologia para tentar interferir na disputa política brasileira. "Ele acha que sua tarefa no mundo é colocar o Lula na cadeia."

Requião avalia que a candidatura Lula é o único caminho para frear a entrega das riquezas nacionais, como o pré-sal, a multinacionais como a Shell e a Chevron – aliás, uma das primeiras medidas adotadas no Brasil após o golpe que derrubou uma presidente honesta e instalou uma quadrilha no poder.

Inscreva-se na TV 247 e confira a fala de Requião:

Mais Sobre Opinião

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.

Brasil,  192 anos dos Cursos  Jurídicos  Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

Brasil, 192 anos dos Cursos Jurídicos Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

O Brasil, último país a acabar com a escravidão tem uma perversidade intrínseca na sua herança, que torna a nossa classe dominante enferma de desigual

Vagalumes nas trevas

Vagalumes nas trevas

Mas as trevas não são absolutas: há estrelas, há vagalumes, há réstias de luz