Porto Velho (RO) sexta-feira, 23 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Quando o eco da verdade faz cair máscaras


Francisco TEIXEIRA (*)
 

O articulista na presente abordagem, não fará uma apologia, a verdade, apenas se valerá do tema para fundamentar sua opinião dentro da questão central deste artigo.

Todo o povo de Rondônia, especificamente a ordeira população de Porto Velho, tomou conhecimento da operação “Apocalipse”.

O articulista, por ser um rondoniense que reside fora do estado, acompanhou todo o desfecho da dita operação, pela mídia. Não me posicionei inicialmente, nem a favor nem contra quem quer que tenha sido envolvido  e preso durante a dita operação. Deixei o tempo correr, os fatos serem apurados e os culpados punidos ao rigor da lei.

Hoje, já são passados alguns dias, penso que mais de um mês, tem-se informações pela mídia, de que um significativo número de envolvidos foram presos e após o processo investigatório e ou por medidas judiciais, algumas pessoas já estão em liberdade.

Num primeiro momento, a avaliação do articulista, remete a uma conclusão lógica.

Que a operação teve sua eficácia, quando desbaratou uma quadrilha de criminosos que já há alguns anos, atuava em Porto Velho. Os famosos membros da Orcrim.  Essas pessoas, as quais não conheço, realmente representam perigo para nossa ordem social. Precisam serem banidas do contexto do povo, da sociedade ordeira de Rondônia e particularmente de Porto velho.

Porém, neste episódio, o que chamou a atenção do articulista, na época, foi saber que o Ilustre Dep. Hermínio Coelho, fora envolvido na referida operação. E foi por medida judicial (descabida) , proibido de adentrar ao prédio da Assembleia  Legislativa, de onde é legítimo Presidente. E, confesso que fiquei surpreso, pois até que provem ao contrário, tenho pelo Cidadão e parlamentar Hermínio Coelho, uma grande estima, além de ser um admirados de sua coragem, enquanto detentor de um mandato político, de denunciar todos aqueles que, contrariando a ordem, e o direito, se lançam de forma voraz contra o erário público, cometendo toda a sorte de negociatas espúrias.  Aqui me refiro principalmente aos gestores públicos e aos detentores de mandato político que seja (vereador e deputado estadual) envolvidos por esta operação.

O articulista sabe que o deputado Hermínio, hoje tem contra si e sua posições, inúmeros desafetos.  Desde o falso empresário, agentes públicos corruptos e corruptores, até pessoas de alto escalão do Governo de Rondônia.  Isto é o que se sabe, através dos poucos jornais, que em Rondônia atuam em favor da verdade e pela verdade e, que ainda não se venderam Para o Governo, quer municipal ou estadual.

Todo cidadão de bem, é defensor e cultor da verdade.  Todo o mal governante, gestor público corrupto , empresários fantasmas, cultores de mentira e de negócios escusos, odeiam a verdade e lutam para combater todo aquele que se levanta em favor da verdade.

Os precursores da verdade, hoje, neste mundo desigual, onde prevalece de forma inaceitável e cínica, os cultores de idolatria ao deus dinheiro, os defensores da verdade, são perseguidos até com a perca da vida.  Eles mandam matar.

É assim que agem os covardes, os predadores do erário público, os corruptos e corruptores.  Porto Velho, o Estado de Rondônia, hoje está contaminado por esse tipos de gente.  É uma lastima, mas é um fato notório.  E diga-se a bem da verdade, no contexto político, eles estão dominando os quatros cantos do Estado. O grande testemunho desta afirmação, são os membros da Orcrim. Isto do que se sabe, existem muitos outros.

Mas, existe ainda para os seguidores da verdade, neste País e no mundo. A grande esperança, de que as máscaras dos mentirosos, dos hipócritas, estão caindo. Aqueles que enganaram o povo certo tempo,não continuarão a enganar o povo por todo tempo. A justiça de Deus, tarda mais não falha. E, aqueles que teimam em duvidar desta verdade, tropeçarão pela própria prepotência e arrogância nos degraus do fracasso.   

(*) Francisco TEIXEIRA:

É Professor Universitário,

Advogado, Mestre em Educação, Esp. Em Ciência Política e Colaborador do

Jornal Alto Madeira.

Mais Sobre Opinião

O bom do silêncio

O bom do silêncio

Bolsonaro disse que não adianta exigir dele a postura de estadista, por que não é estadista.

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.