Porto Velho (RO) sexta-feira, 16 de abril de 2021
×
Gente de Opinião

Opinião

Pandemia também desfalca a imprensa


Pandemia também desfalca a imprensa - Gente de Opinião

O Amazonas, com uma população 10 vezes menor do que a de São Paulo (4,2 milhões contra 44,6 milhões de habitantes), registrou o mesmo número de mortes de jornalistas acometidos pela covid-19: foram 14. Em conjunto, os dois Estados acumularam quase 30% do total de casos no país.

Do início da pandemia no Brasil até o final de janeiro deste ano, pelo menos 93 profissionais de imprensa (da ativa e aposentados) morreram após contrair a doença. É o que revela pesquisa realizada pelo Departamento de Saúde da Federação Nacional dos Jornalistas.

O número provavelmente é maior. Sem haver um mecanismo oficial de registro dos casos, o levantamento foi realizada por meio de buscas em notas de jornais, informações coletadas com os sindicatos de jornalistas de todo o país e relatos vindos diretamente de amigos e parentes das vítimas.

Até a data de encerramento da pesquisa, o mundo registrava 100.270.602 casos, com 2.157.355 mortes. Dessas, 220.161 apenas no Brasil. Apesar de representar pouco mais de 2% da população mundial, o país respondia por mais de 10% dos óbitos.

Mais Sobre Opinião

A sociedade quer respostas

A sociedade quer respostas

Ainda está na memória de muitos rondonienses a cena, filmada pela competente Policia Federal, em que um deputado aparece recebendo o que seria dinhe

Justiça portuguesa a ser mais lenha na fogueira da democracia

Justiça portuguesa a ser mais lenha na fogueira da democracia

Mais um murro nos olhos dos portugueses! O juiz de instrução Ivo Rosa destruiu quase por completo 4 anos de investigação do Ministério Público (1) e p

Esperteza em tempos de pandemia Esperteza em tempos de pandemia

Esperteza em tempos de pandemia Esperteza em tempos de pandemia

Alguém já disse que a esperteza, quando muita, acaba engolindo o próprio dono. Tempos difíceis favorecem toda sorte de esperteza e bandalheiras. Gov

Morreu Hans Küng - um crítico controverso na igreja católica

Morreu Hans Küng - um crítico controverso na igreja católica

O teólogo Hans Küng morreu hoje com 93 anos em Tübingen. Ele tinha opiniões fortes e ao mesmo tempo foi um dos mais importantes lutadores pelo entendi