Porto Velho (RO) domingo, 25 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Opinião: JOER - Poder público prejudicando os alunos atletas



Por José de Holanda

Continuo com a minha insistência a respeito da realização do Joer. Esta semana recebi muitos apoios a respeito do meu último artigo, agradeço a todos pela atenção.

Falta uma semana para o início do recesso das aulas nas redes estaduais de ensino, e até agora não houve nenhuma resposta a respeito da realização do Joer, apenas muitas conversas sem chegar a lugar nenhum, já é dado como certo que a categoria infantil possivelmente não irá disputar o nível nacional, além do mais, se o Joer 2011 for cancelado, o COB (Comitê Olímpico Brasileiro) punirá o estado com a exclusão em seus eventos esportivos.

Tudo indica que o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RO) está contra os jovens atletas, prejudicando grande parte dos estudantes que querem seguir a carreira esportiva. Como falei no outro artigo, isso é uma politicagem e quem está perdendo são essas crianças e adolescentes. Se houve erros em licitação que culpem os responsáveis, mas não deixem de realizar o Joer, que o façam o evento agora, pois temos menos de um mês para a categoria nacional. A fase nacional (categoria infantil) dos jogos escolares começa dia 09 de setembro.

Como o poder público pode fazer uma coisa dessas contra os estudantes? Se por um acaso ocorrer fatos tendo jovens virando marginais, já tenho a certeza de quem são os culpados: é o poder público que não investi na educação, esporte e cultura. E quando dizem que investem fica a pergunta: cadê o investimento?

Será que os nossos representantes não querem enxergar este fato, os nobres deputados estaduais atrapalham mais do que ajudam, ou nem ajudam, fazem é atrapalhar totalmente, esses mesmos alunos atletas serão futuros eleitores e uma parte já são, o troco pode vim nas urnas. A volta dos caras pintadas pode estar perto, um protesto de estudantes é pior do que a greve de ônibus em nossa capital.

Onde está o nosso governador de Rondônia para resolver essa situação do Joer? Será que o mesmo também não está dando importância para essa classe, - que, aliás, o ajudou a ser eleito -, pois os jovens querem ver a mudança, contudo o nosso representante maior do estado paralisou as ações? Ou será que precisa técnicos de Cuba para resolver a situação dos jogos escolares?

Aqui fica a minha indignação com a irresponsabilidade dos nossos representantes políticos, e outra coisa, já comecei a incomodar gente grande com o artigo passado, só pararei de escrever quando tudo estiver pronto e acontecendo o Joer e sabendo que os nossos atletas da categoria infantil disputarão a modalidade a nível nacional.

(*) Ex-atleta dos Jogos Escolares de Rondônia, trabalha em empresa privada.
 

Mais Sobre Opinião

A fogueira das vaidades

A fogueira das vaidades

O que até agora era bravata, “não é insulto, é o jeito dele”

O bom do silêncio

O bom do silêncio

Bolsonaro disse que não adianta exigir dele a postura de estadista, por que não é estadista.

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.