Porto Velho (RO) terça-feira, 20 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Opinião: É engraçado



Por Filipe Jéferson Guedes Aragão

Amanhã dia 07 de setembro nós comemoramos normalmente o dia da independência brasileira dos mandos da coroa portuguesa, entretanto durante todos esses anos de “independência” notei que o Brasil continua um país sem identidade definida e que insiste em proteger justamente quem não é brasileiro.

É engraçado, que digamos ao mundo todo que somos os maiores produtores de látex e borracha do mundo, e mesmo assim importamos pneus de diversas fabricantes internacionais e o nosso governo numa medida inexplicável ajudou a falir a única fabricante de pneus genuinamente brasileira, que vendia o produto com quase 40% dos preços abaixo das concorrentes internacionais.

É engraçado que, o governo se gabe de dar incentivos fiscais a Fiat, Volks, Ford, GM, Ferrari, Chery, Jac, Renault, Pegeout, Honda, Hyndai, Kia e demais fabricantes internacionais mais ao mesmo tempo ajudou a quebrar a Gurgel única montadora nacional e primeira no mundo a lançar os carros compactos, movidos a etanol na década de 80 (o que nos dias de hoje é moda) e inexplicavelmente deixou a Troller ser vendida para a Ford.

É engraçado que, o nosso etanol produzido na nossa terra com um dos custos de produção mais baratos que existe no mundo seja vendido com preços parecidos com o da gasolina pelo simples motivo de que deve haver um protecionismo a um combustível que tem sua cotação medida em Londres (onde existe a moeda mais cara e valorizada do mundo a libra esterlina), isso se não levarmos em consideração que dizemos ao mundo que somos auto-suficientes na produção e exploração de combustíveis e derivados do petróleo.

É engraçado que, o BNDS o banco de desenvolvimento do Brasil facilite as coisas para empresas estrangeiras e complique para empresários brasileiros.

É engraçado ver o governo federal comprar um jato da Air Bus para as viagens dos presidentes, quando temos em nosso país a Embraer que é a 3º maior fabricante de aeronaves do mundo e vende aeronaves para todos os países do planeta exceto para o Brasil.

É engraçado que, no Brasil é mais barato comprar coisas importadas do que as fabricadas na nossa terra.

É engraçado que, cantores internacionais se apresentem no nosso país com ingressos a preços exorbitantes enquanto que os nossos cantores vivam de pires na mão precisando do apoio do governo.

É engraçado ver o apoio que existe para o Rock in rio e ao mesmo tempo ver festas culturais e nativas do Brasil se acabar por falta de apoio.

Vamos à Itália ver o coliseu a torre de piza, vamos a Espanha ver as touradas, a argentina ver a Casa Rosada, a Inglaterra ver o Big Bem, vamos a Portugal ver operas maravilhosas, aos EUA ver a Brodway enquanto os turistas de fora vêem ao Brasil por sexo fácil, carnaval com mulheres peladas na rua, com musicas e danças altamente pornográficas e com letras de duplo sentido.

É engraçado ver na TV aberta em horários nobres programas como Big Brother, A fazenda, Super Pop e outras coisas que não agregam nenhum conteúdo intelectual a quem assiste e ver sem apoio algum um programa como Roda Viva ou algum outro programa da TV Cultura.

É engraçado que depois disso tudo o que escrevi vai vir algum filho de Deus dizer que sou maluco, alucinado, comunista, sonhador e que não amo meu Brasil, entretanto algo ninguém poderá dizer que diante disso tudo eu não tenha razão em dizer que NÃO SOMOS INDEPENDENTES saímos apenas das abas de Portugal para vivermos em um país dependente de capital estrangeiro e que protege muito mais quem é de fora daqui. Ou alguém acha que em algum canto do mundo um terrorista como Bastiti teria tratamento melhor do que tem aqui nas nossas terras, enquanto muito dos nossos irmãos brasileiros são humilhados, enxotados em outros países

BRASIL O BOM DAQUI É NÃO SER BRASILEIRO.
 

Mais Sobre Opinião

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.

Brasil,  192 anos dos Cursos  Jurídicos  Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

Brasil, 192 anos dos Cursos Jurídicos Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

O Brasil, último país a acabar com a escravidão tem uma perversidade intrínseca na sua herança, que torna a nossa classe dominante enferma de desigual