Porto Velho (RO) domingo, 7 de março de 2021
×
Gente de Opinião

Opinião

O whatsapp é suficientemente seguro? Alternativas! + Uma pergunta talvez descabida!


O whatsapp é suficientemente seguro? Alternativas! + Uma pergunta talvez descabida!  - Gente de Opinião

O WHATSAPP É SUFICIENTEMENTE SEGURO? ALTERNATIVAS!

 

Algumas pessoas estão desconfiadas ou mesmo preocupadas, devido às novas regras de privacidade previstas a partir de 8 de fevereiro e que ramificam mais dados utilizados pelo Facebook para publicidade.

 

De acordo com a informação que li hoje nalguns jornais alemães, na UE e na Grã-Bretanha, não haverá qualquer alteração. Para o resto do mundo, parece ser diferente.

 

O chefe de departamento do centro do consumidor na Alemanha, Oliver Buttler diz: "Para os utilizadores na Alemanha, em princípio nada muda" (HNA 15.01.2021). Linus Neumann do “Chaos Computer Club” está mais preocupado com o aspecto social: "Quanto mais pessoas utilizam o WhatsApp, maior é o tesouro de dados da empresa e, portanto, o seu poder.

 

Há concorrentes do WhatsApp, como, Signal (USA, é gratuito), Telegram (Rússia, gratuito) e Threema (Suiço, é taxável uma vez a partir de 1,99 euros e cumpre os requisitos legais de protecção de dados). Telegram já tem mais de 500 milhões utilizadores activos mensais.

Quanto ao tráfico de dados, também será de ponderar o que a Política de Privacidade da UE informa ao dizer que WhatsApp recolhe e partilha informações com outros serviços do Facebook: número de telefone, informações de estado ou dados de transacção, bem como dados recolhidos automaticamente, tais como informações de utilização e registo, dados de dispositivo e de ligação, ou localização sob a forma de endereço IP.

 

Deste modo deixamos rastos que outros, interessados em cada um de nós, podem usar (seguir-nos).

 

Também nestas coisas a ideia de liberdade se engloba num sentido lato.

 

O problema do controlo central a nível universal é cada vez mais aflitivo.

 

António da Cunha Duarte Justo

Comentários em Pegadas do Tempo, https://antonio-justo.eu/?p=6326 

 

UMA PERGUNTA TALVEZ DESCABIDA!!!

 

Se olhamos para Portugal é notório o facto de produzir relativamente bastantes políticos para altos cargos internacionais. Certamente um motivo para distinção, mas também para nos questionarmos internamente!

Recorde-se Constâncio no Banco Central Europeu, Guterres como Chefe da ONU e Durão Barroso que preside agora à Aliança Global para as Vacinas!

Seria legítima a pergunta: Porque será que quem fracassa nos negócios de Estado em Portugal tem tanto sucesso no mundo?

De facto, a política portuguesa não consegue tirar Portugal do impasse económico em que sempre tem vivido, em relação a outras economias da Europa.

Portugueses emigram para melhorar o seu estado de vida e enriquecer outros povos e, por outro lado, políticos portugueses são chamados a ocupar cargos internacionais!

Será que o fracasso na gestão da política de Portugal é motivo de recomendação ou de prémio para os interesses internacionais?

 

António da Cunha Duarte Justo

Comentários em  Pegadas do Tempo, https://antonio-justo.eu/?p=6323

Mais Sobre Opinião

Parasitas da sociedade

Parasitas da sociedade

A classe politica brasileira – especial a de Rondônia - com as devidas exceções, parece que firmou entre si um pacto de irresponsabilidade para se m

Privatizar tudo!

Privatizar tudo!

Se dependesse do ministro da Economia, Paulo Guedes, o Brasil entregaria as empresas estatais nas mãos da inciativa privada. Para ele, essa seria um

Pandemia também desfalca a imprensa

Pandemia também desfalca a imprensa

O Amazonas, com uma população 10 vezes menor do que a de São Paulo (4,2 milhões contra 44,6 milhões de habitantes), registrou o mesmo número de

É o cúmulo do desrespeito

É o cúmulo do desrespeito

Digna de aplausos à tentativa do prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, para buscar parcerias com outros prefeitos para a aquisição de vacinas cont