Porto Velho (RO) segunda-feira, 23 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Opinião

O presidente Bolsonaro entre nós


O presidente Bolsonaro entre nós - Gente de Opinião

Agendada para o dia 3 de fevereiro uma visita do presidente Jair Bolsonaro ao Estado de Rondônia, onde o chefe da Nação receberá o presidente peruano, José Pedro Castilho Terrones. Na agenda, como seria óbvio, discussão de assuntos de interesses entre os vizinhos, com relevo para o Estado de Rondônia. Espera-se que o encontro produza resultados concretos não somente para o Brasil como também para nossa região, ultrapassando o ilusório terreno dos discursos, que vão do nada a lugar nenhum.

O momento em que ocorrerá o encontro certamente será recheado de previsões otimistas e de justificadas esperanças para os dois países. O otimismo também terá muito que ver com o período eleitoral. É quase certo que alguns oradores pinçarão um quadro risonho da realidade nacional e local, tentando levar-nos ao esquecimento das agruras por que passa a população brasileira em geral e, de maneira particular, a de Rondônia, como se vivêssemos no melhor dos mundos.

Muitos se esforçarão, até de maneira repetitiva e enfadonha, para buscar nas palavras o que os atos não conseguiram tornar realidade. Haverá, ainda, os que aproveitarão a oportunidade para evidenciar quão poucos países podem anunciar a vitória sobre o desemprego, a miséria, a fome, a covid-19, entre outras mazelas sociais, e o compromisso com a vida, como o Brasil.

Se é verdade que avançamos significativamente no combate à corrupção, reconhecidamente pouco ou quase nada tem sido feito para transformar em realidade o extraordinário potencial do nosso país e da nossa região, nas mais diferentes áreas do conhecimento humano, e colocá-lo à disposição da nossa gente, principalmente dos segmentos mais sofridos da sociedade, o que continuará sendo um desafio da classe politica nacional e, sobretudo, local. 

Mais Sobre Opinião

A arte de questionar + O batalhão Azov rendeu-se + A adesão da Finlância e Suécia à nato possibilita o controlo dos usa sobre a Rússia

A arte de questionar + O batalhão Azov rendeu-se + A adesão da Finlância e Suécia à nato possibilita o controlo dos usa sobre a Rússia

A ARTE DE QUESTIONAR Uma sociedade-ideologia-opinião que não se questiona não avança O filósofo Sócrates usava do método maiêutico (arte de realizar

Rondônia: um dos estados mais violentos do Brasil

Rondônia: um dos estados mais violentos do Brasil

Rondônia se apresenta, hoje, como um dos estados mais violentos da federação. Essa afirmação não é minha. Quem garante isso é o Núcleo de Estudos da

Dr. Santana, obrigado!

Dr. Santana, obrigado!

Se tem uma coisa que me deixa extremamente desconfortável é com a danada da ingratidão.  Aprendi,  desde tenra idade,  que, quem dá geralmente não es

Finlândia e Suécia solicitam precipitadamente a admissão à nato + Família + Eurovisão da canção 2022 - Ucrânia

Finlândia e Suécia solicitam precipitadamente a admissão à nato + Família + Eurovisão da canção 2022 - Ucrânia

FINLÂNDIA E SUÉCIA SOLICITAM PRECIPITADAMENTE A ADMISSÃO À NATO50° Aniversário da Política alemã de Mudança através de AproximaçãoCom a solicitação