Porto Velho (RO) domingo, 19 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Opinião

O Poder do Agora


É agora ou nunca. Essa frase é e sempre será uma grande verdade.

Cazuza já dizia: "O tempo não pára." E qual o segredo? Aproveitar o tempo da melhor forma que pudermos. E isso é fácil? Claro que não. Se fosse, não teríamos problemas com o tempo. Porém, há luz no fim do túnel. É possível, sim, aproveitar o tempo em nosso favor. Para isso, basta termos objetivos e muita disciplina.

Eckhart Tolle, em seu livro "O Poder do Agora – um guia para a iluminação espiritual", editora Sextante, 8ª edição, 96 páginas, R$ 19,90, tradução de Iva Sofia Gonçalves Lima, mostra como viver o momento presente. Aliás, alguém vive o passado? Ou o futuro? Segundo Tolle, alemão, formado na Universidade de Londres, conselheiro e mestre espiritual, após passar por uma profunda transformação aos vinte e nove anos, não. Se formos capazes de estar plenamente presentes, se não resistirmos ao que É e entendermos o amplo significado da palavra PERDOAR, estaremos nos abrindo para a experiência transformadora de O Poder do Agora, afirma.

Você dá importância a tudo que faz? É capaz de viver os "pequenos momentos"? Aliás, existem "pequenos momentos"? Momentos sem importância? Aí está o segredo: não nos importamos com o que fazemos, principalmente, ações de rotina. É preciso viver esses momentos, assim, encontraremos seu valor. Uma sugestão para isso é habituar-se a se perguntar: o que está acontecendo comigo nesse exato momento? A resposta é o presente. Geralmente, estamos no passado ou no futuro. Essa reflexão nos remeterá, imediatamente, ao agora, então é só viver. É simples assim.

Ao entendermos que o prazer ou uma forte emoção contém em si a semente do sofrimento, o oposto inseparável, se manifestará com o tempo. É preciso aceitar que não há prazer perene, nem sofrimento perene, o que é preciso é entender o momento que em que acontecem. Quanto mais respeitamos e aceitamos o agora, mas podemos viver o prazer ou nos libertamos da dor e do sofrimento, e depois, sim, agimos. Pois a inconsciência cria o sofrimento.

Não podemos viver no futuro, quando estamos nesse estado criamos um espaço de angústia. Por quê? Simplesmente porque só temos controle no agora, no momento presente. Você entenderá melhor nos trechos do livro "O Poder do Agora", a seguir:

"O ego precisa de alimento e proteção o tempo todo. Tem necessidade de se identificar com coisas externas, como propriedades, status social, trabalho, educação, aparência física, habilidades especiais, relacionamentos, história pessoal e familiar, ideais políticos e crenças religiosas. Só que nada disso é você. Levou um susto? Ou sentiu um enorme alívio? Mas cedo ou mas tarde, você vai ter que abrir mão de todas essas coisas. Pode ser difícil de acreditar, e eu não estou pedindo a você que acredite que a sua identidade não está em nenhuma dessas coisas. Você vai conhecer por si mesmo a verdade, lá no fim, quando sentir a morte de aproximar. Morte significa despojar-se de tudo que não é você. O segredo da vida é 'morrer antes que você morra" – descobrir que não existe morte."

"O segredo está em acabar com a ilusão do tempo. O tempo e a mente são inseparáveis. Tire o tempo da mente e ele pára, a menos que você escolha utilizá-lo."

"O desconforto, a ansiedade, a tensão, o estresse, a preocupação, todas essas formas de medo são causadas por excesso de futuro e pouca presença. A culpa, o arrependimento, o ressentimento, a injustiça, a tristeza, a amargura, todas as formas de incapacidade de perdão são causadas por excesso do passado e pouca presença."

"Quando estamos cheios de problemas, não há espaço para nada de novo entrar, nenhum espaço para a solução."
" 'Como' é sempre mais importante do que 'o que'."

"Se você não consegue estar presente mesmo em situações normais, como, por exemplo, quando está sozinho em uma sala, caminhando no campo ou ouvindo alguém, certamente não será capaz de permanecer consciente quando alguma coisa 'vai mal'."

"Observe as muitas maneiras pelas quais o desconforto, o descontentamento e a tensão surgem dentro de você, através de julgamentos desnecessários, resistência àquilo que É e a negação do Agora."

Tudo é uma questão de como nós nos questionamos. Fazer perguntas como: Estou me sentindo à vontade nesse momento? O que está acontecendo dentro de mim nesse exato momento? Que tipos de pensamentos minha mente está produzindo agora? O que eu sinto? Existe alguma tensão? Estou satisfeito com o que estou fazendo agora? Tenho algo contra a pessoa que está perto de mim agora? Ao nos questionarmos dessa forma, precisamos observar qual é a reação do nosso corpo a esses pensamentos e senti-la. E depois é só nos perguntar: é agradável? É uma energia que eu escolheria para estar dentro de mim? Tenho escolha?

Perguntar é preciso. É impressionante como todos os caminhos nos levam às perguntas, aos questionamentos. Há transformação sem perguntas e respostas?

"Poluição do planeta é apenas um reflexo externo de uma poluição interior psíquica gerada por milhões de indivíduos inconscientes, sem a menor responsabilidade pelos espaços que trazem dentro de si." Há momentos para se pensar no passado ou no futuro. Mas, a vida é vivida no agora. Quando estamos fora do agora, estamos num espaço vazio, pois estaremos no futuro ou no passado, ou seja, inconscientes. Daí, as ações inconscientes.

"A sua mente diz que 'tudo está bem', mas no fundo você não acredita nisso, e assim os velhos padrões de resistência mental e emocional ainda estão ali. É isso que nos faz mal."

"Se não há mesmo nada a fazer e você não pode mudar a situação, então aceite o aqui e agora totalmente, abandonando toda resistência interior. O falso e infeliz eu interior, que adora sentir-se miserável, ressentido ou com pena de si mesmo, não consegue mais sobreviver. Isso se chama rendição. Através da rendição, você se livrará da situação internamente."

"Observe a mente. Sorria para ela." Como observar a mente? Um dos sintomas é estar consciente do que estamos fazendo. Quantas vezes você já se perguntou: o que estou pensando agora? Dependendo da resposta emocional, ruim ou boa, podemos mudar ou intensificar o pensamento. Mas, é necessário estar consciente da situação do agora.

"Esperar é um estado mental. Significa basicamente desejar o futuro e não querer o presente. Você não quer o que conseguiu e deseja aquilo que não conseguiu."

Cada vez mais fica evidente que o começo da vida está dentro de cada um de nós. O livro de Eckhart Tolle é fundamentado em conceitos do cristianismo, do budismo, do hinduísmo, do taoísmo e de outras tradições espirituais. Isso nos leva a refletir que podemos tirar algo de produtivo de todas as manifestações humanas, para compor a nossa forma de viver. A complexidade do ser humano não nos permite ignorar outras culturas, outros conceitos, a ponto nos de tornar cegos, pelo preconceito, pela resistência, pelo inconformismo, pela ignorância, pelo desrespeito, pela estupidez, pelo radicalismo, pelo fanatismo que nos levam a: primeiro a nos tratar muito mal. Segundo, por conseqüência, tratar muito pior, nossos semelhantes, daí o caos, a destruição, a desgraça, ... e o fim.

"Alguém diz alguma coisa grosseira para ferir você. Em vez de desencadear uma reação inconsciente e uma negatividade, como uma agressão, uma defesa, ou um retraimento, você deixa isso passar através de você. Não ofereça resistência. É como se não existisse mais ninguém para ser machucado. Isso é perdão."

@*@*@*@*@*@*@*@*@*@*@*@*@*@*@*@*@*@*@*@*@*@*@*@*@*@

Campanha "O BRASIL PRECISA LER".
O livro é essencialmente um instrumento cultural de difusão de idéias, transmissão de conceitos, documentação, entretenimento ou ainda condensação e acumulação de conhecimento.

Como resultado da péssima qualidade do ensino nas escolas brasileiras "75% dos adultos tem alguma deficiência para escrever, ler e fazer contas, o que acarreta um efeito devastador sobre a sua capacidade de se expressar". (Exame nº 19 – 27/09/2006).

Fonte: Sergio Ramos

Mais Sobre Opinião

CULPADO!   Por Reginaldo Trindade

CULPADO! Por Reginaldo Trindade

Porto Velho testemunhou, no final de 2017, um julgamento absolutamente singular.O dia foi a véspera da Proclamação da República. O palco, um dos cartõ

Que tal Lei dos Sexagenários e do Ventre Livre, para os cativos da  OAB? Por Vasco Vasconcelos

Que tal Lei dos Sexagenários e do Ventre Livre, para os cativos da OAB? Por Vasco Vasconcelos

“A injustiça em qualquer lugar é uma ameaça à justiça em todo lugar”. Martin Luther KingSegundo o Egrégio Supremo Tribunal Federal – STF, “A escravidã

Desalento sufoca recuperação da economia

Desalento sufoca recuperação da economia

A repórter especial do Portal Vermelho Joana Rozowykwiat afirma em artigo que não e apenas a economia que necessita de recuperação, mas a 'esperança'

O impacto da dívida do extinto Beron - Marcelo Freire

O impacto da dívida do extinto Beron - Marcelo Freire

A dívida do extinto Banco do Estado de Rondônia (Beron) ainda vai atormentar por um longo tempo os próximos cinco governadores de Rondônia. A proposta