Porto Velho (RO) sexta-feira, 19 de julho de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

O buraco de aprofunda com récorde de desemprego


O buraco de aprofunda com récorde de desemprego - Gente de Opinião

O mundo real responde às especulações, fabulações e propagandas: o Brasil perdeu 43 mil empregos diretos no mês passado, o maior índice negativo nos últimos cinco meses. Não há número mais cruel do que esse. Ele é agravado pela legião dos que têm que buscar a sobrevivência na economia informal, clandestina ou criminosa. E pelos que desistiram de buscar um emprego e estão prostrados em casa, na casa de outros ou na rua.

Por efeito, provavelmente logo aparecerá uma reestimativa para baixo do desempenho da riqueza nacional, com o nono mês de previsão de queda do PIB 2019. Caminhamos para o vácuo de 2016/17/18. Ao fracasso do PT e do MDB, com Dilma e Temer, vem se justar, muito mais cedo do que nem o mais pessimista dos analistas poderia prever, o fenômeno, o mito Bolsonaro, com sua superficialidade e seus filhos arrogantes, que olham mais para a tela do celular (como o pai) do que para o ambiente em torno, atrás de vítimas (agora é o general Mourão), como autênticos predadores carniceiros.

O fundo do poço é mais profundo que parecia para quem olhava do topo do buraco. O Brasil está perdendo mais uma volta do trem da história, que o levaria para cima. Será que os parlamentares - da esquerda, do centro e do além - vão continuar a exibir seu deboche e despreparo diante do furacão de empobrecimento que se aproxima?

Mais Sobre Opinião

Filhote do espelho meu

Filhote do espelho meu

Uma ideia no mínimo controvertida

É de fritar bolinhos

É de fritar bolinhos

Por que Eduardo Bolsonaro poderia ser um bom embaixador do Brasil em Washington, segundo seu pai?

A verdade mostra a cauda

A verdade mostra a cauda

A verdade mostra a cauda

O avesso do avesso do avesso

O avesso do avesso do avesso

Bolsonaro esperto ou ingênuo? É preciso esperar: só o tempo o dirá.