Quinta-feira, 30 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Opinião

gillettePRESS: Quanta bobagem num só dia!


 

 

 

 

Quanta bobagem num só dia!

Hoje, 31 de julho "é comemorado" o Dia Nacional do Outdoor (propaganda ao ar livre).

Se fôssemos considerar a tradução literal da expressão inglesa "outdoor", o seu significado seria "do lado de fora da porta".

 

Outras bobagens de hoje:

 

1 - Dia da Libertação dos Indígenas Brasileiros.

- Libertação dos indígenas? - Não entendi.

 

2 - Dia do Orgasmo. É o momento de maior prazer atingido devido ao estímulo sexual.

- Oba! Este dia merece ser BEM comemorado!

 

Pan foi. Quem fica?

O Governo investiu R$ 560 milhões em segurança para os Jogos no Rio de Janeiro, e o presidente Luiz da Silva afirmou que 75% do aparato deve permanecer na cidade.

- É o que fica do Pan. Vamos torcer para que permaneça.

 

Ei, Ciro e Aníbal, cadê vocês?

Político trabalha? Pergunta difícil que o site Congresso em Foco tenta ajudar a responder. Um levantamento feito por ele indica que somente no primeiro semestre deste ano foram computadas, oficialmente, 4.941 faltas, sendo que 1.562 não foram justificadas, para um total de 71 sessões deliberativas. Dois dos 10 mais faltosos do Congresso são cearenses. Ciro Gomes (PSB) teve 13 faltas sem justificativa e Aníbal Gomes (PMDB) 12 faltas sem justificativa.

- Não me arrependo ter perdido meu voto. (Explico: votei nele para presidente).

 

Ó, coitado!

O que será que aconteceu? Imagina se um trabalhador comum falta 13 vezes ao trabalho num semestre sem justificar. Eis os 10 mais faltosos: Odílio Balbinotti (PMDB-PR), 18 faltas sem justificativa (25,4% das sessões deliberativas) - Sandro Mabel (PR-GO), 18 faltas sem justificativa (25,4%) - Davi Alcolumbre (DEM-GO),  17 faltas sem justificativa (23,9%)  - Sandro Matos (PR-RJ), 16 faltas sem justificativa (22,5%) - Clovis Fecury (DEM-MA), 15 faltas sem justificativa (21,1%) - Aline Corrêa (PP-SP),  15 faltas sem justificativa (21,1%) - Ciro Gomes (PSB-CE), 13 faltas sem justificativa (18,3%) - Ronaldo Cunha Lima (PSDB-PB), 13 faltas sem justificativa (18,3%)  - Alberto Silva (PMDB-PI), 12 faltas sem justificativa (16,9%) - Aníbal Gomes (PMDB, CE), 12 faltas sem justificativa (16,9%).

- Parabéns, Rondônia! A nossa bancada está caprichando nas presenças.

 

Coisas do TioSam

Nos Estados Unidos, um juiz se notabilizou por dar penas pouco convencionais a alguns réus. Veja dois exemplos: para uma mulher que abandonou alguns gatos, ele a obrigou a passar uma noite sozinha numa mata sem água e sem comida; para um homem que chamou um policial de porco, a sentença foi que ele deveria ficar de pé numa esquina, ao lado de um porco, segurando um cartaz que dizia: "Este não é um policial.".

- Diante destes exemplos esdrúxulos, lanço um desafio:  Se você fosse juiz, que pena daria aos políticos brasileiros que desviam verbas públicas?

 

E o Pan? Viva o Brasil!

Os XV Jogos Pan-Americanos, realizados no Rio de Janeiro e apelidado de "Pan do Brasil", chegaram ao fim. A questão que fica agora é: valeu a pena?  O Brasil bateu todos os recordes de medalhas tanto de ouro como no total em uma única edição. A população, como se viu nos estádios, vibrou e se emocionou com os atletas e com as conquistas. Por outro lado, o Pan custou cerca de R$3,8 bilhões, quase cinco vezes mais que o estimado inicialmente para os jogos. Quando o evento foi orçado, dizia-se que o país gastaria menos de R$ 800 milhões e que a iniciativa privada bancaria o resto. O que se viu não foi bem isso. A iniciativa privada não apareceu e o Governo Federal teve que entrar com mais verbas (por isso o nome: "Pan do Brasil").

 

Pan em família

Pipocaram, também, ao longo da preparação dos Jogos uma série de dúvidas quanto aos contratos feitos pelo Co-Rio, que é presidido pelo presidente do COB, Carlos Artur Nuzman. Um deles diz respeito à filha do dirigente, que trabalha na empresa escolhida, sem concorrência, para vender artigos licenciados do Pan. A expectativa era que a empresa arrecadaria R$ 10 milhões com a comercialização dos produtos com a marca do Pan. Vale lembrar que não é a primeira vez que familiares de Nuzman têm vínculo de trabalho com empresas que lucram com o esporte olímpico do Brasil. O uniforme usado pelo Brasil em desfiles de abertura de Olimpíadas e Pans, desde 1999, foi  desenhado por uma cunhada do cartola, Mônica Conceição. Ela era contratada da Olympikus, a quem foi indicada pelo próprio Nuzman.  Mais do que isso, o suposto "legado" de parques aquáticos e estádios para o Rio, está ameaçado. O governador Sérgio Cabral anunciou que o Estádio Célio de Barros, no Complexo do Maracanã, pode dar lugar, junto com o Parque Aquático Júlio de Lamare, a um shopping, hotel ou centro de convenções.

- Os cariocas não merecem...

 

Os cubanos

Parece que nem toda a delegação de Cuba voltou para seu país. O boato de que haveria uma deserção em massa foi rechaçada por atletas que permanecem no Rio. Segundo eles já havia um cronograma de volta traçado. A delegação que chegou ao Rio contava com 815 pessoas, entre atletas, treinadores e árbitros.

 

Processo eleitoral

Já me disse politizado, esmerilhado, preparado para o exercício do voto. Já falei dessa "politização" com ar professoral. Já cheguei a pensar que, com meu voto, mudaria o mundo! Já fui jovem pujante e sonhador (sem ser bobo!). Só tenho 62 anos, e, já cheguei à conclusão de que estive errado, durante todo esse tempo. Não que eu seja uma pessoa pessimista, derrotista, amarga. Não! Sou simonense, e não existe falta de otimismo e de esperança  em  Pedro Simon.. Apenas deixei de crer na ilusão apregoada por partidos políticos e homens desleais e covardes. Nesses não confiarei mais! Também não pregarei aqui a desobediência ao voto e ao ato de votar.

 

Para refletir

"A natureza tem um forte poder de puxar todos os exageros para a normalidade".


Fonte: gillettePRESS - [email protected]

 

Gente de OpiniãoQuinta-feira, 30 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Sangue novo, vampiros e cuequeiro

Sangue novo, vampiros e cuequeiro

As eleições para a Câmara de Vereadores de Porto Velho se têm caracterizado, de tempos a este, pela presença de políticos bastantes conhecidos da po

Prometer e não cumprir é o esporte preferido de muitos políticos

Prometer e não cumprir é o esporte preferido de muitos políticos

Por mais que nos esforcemos para acreditar no que dizem alguns políticos, não adianta, com o tempo, eles próprios se encarregam de nos lembrar que f

Entre a ilusão e a realidade, brilha a verdadeira vida

Entre a ilusão e a realidade, brilha a verdadeira vida

Era uma vez uma mulher chamada Maria que passava grande parte da sua vida entre o adormecer e o acordar. Nos seus sonhos, Maria encontrava mundos

Eita, que cara sortudo esse Zé Dirceu!

Eita, que cara sortudo esse Zé Dirceu!

A persistência é uma das qualidades que eu mais admiro no ser humano. Tem gente que não desiste de jeito nenhum de lutar por seus ideiais, ainda que

Gente de Opinião Quinta-feira, 30 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)