Porto Velho (RO) quinta-feira, 22 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Friagem atingirá centro-sul do Estado. Porto Velho fica fora


Após um árduo mês de junho com temperaturas até 4°C acima da média, um novo evento de friagem chega ao Estado a partir de quarta-feira, embora com queda de temperatura apenas nas regiões sul e oeste. Nos próximos dias duas outras importantes erupções de ar frio já são sinalizadas. Uma no dia 18 e outra mais intensa podendo atingir todo o Estado por volta de 31 de julho.
Daniel Panobianco - O sexto fenômeno da friagem chega ao sul da Amazônia em menos de 48 horas. Após provocar muito frio no Cone Sul do continente sul-americano, a forte massa de ar frio consegue furar o intenso bloqueio atmosférico e avança para latitudes menores atingindo as Regiões Centro-Oeste e parte do Norte. Em Rondônia, embora bastante enfraquecido, o sistema de alta pressão irá proporcionar uma queda de até 10°C nos termômetros a partir de amanhã apenas nas regiões de Vilhena e Costa Marques. Mesmo com a entrada do ar frio, as tardes continuarão com tempo firme, muito sol e calor acima de 30°C.
A entrada de pulsos de ar frio nessa época do ano só é notória durante as madrugadas, quando ocorre grande inversão de temperaturas. No caso desse novo pulso frio, a previsão de mínimas segundo o CPTEC/INPE (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos) do (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) de Cachoeira Paulista-SP, é de algo em torno de 12°C e 13°C para o Cone Sul. Os reflexos dessa nova friagem não serão sentidos de imediato nas outras regiões, como em Ariquemes e Porto Velho, pois a atuação do ar seco e quente impedirá o avanço do ramo frio. Mesmo assim, para quem estava com saudades do frio, mesmo que seco, a noticia é boa. As últimas rodadas dos modelos de previsão numérica dão conta da erupção (formação) de duas novas ondas de frio, desta vez mais intensas. Uma por volta do dia 18 próximo e outra mais no final do mês, entre os dias 30 e 31 de julho. Nessas duas possibilidades, o frio seria sentido até na capital. Muita mudança na previsão dos modelos nos próximos dias. É nessa época do ano que fazer previsão de tempo se torna mais arriscado, mesmo com toda a tecnologia disponível. A titulo de curiosidade, uma previsão de tempo com validade de 24 horas possui grau de confiabilidade de até 98% para a Região Sul. Na Amazônia, essa mesma previsão atinge confiabilidade de 80%.
Dados: CPTEC/INPE
Fonte: De olho no tempo – Rondônia –w wwdeolhonotempo.blogspot.com

 

 a

Mais Sobre Opinião

O bom do silêncio

O bom do silêncio

Bolsonaro disse que não adianta exigir dele a postura de estadista, por que não é estadista.

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.