Porto Velho (RO) sexta-feira, 23 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

É preciso investir para se ter retorno


 
Fábio Grinberg

A frase do título da coluna parece retrograda ou até mesmo repetitiva. Mas ainda é de se impressionar a quantidade de pessoas, muitas delas empresários atuantes no mercado, que ainda têm em projetos e programas o objetivo de se conseguir resultados em um curtíssimo espaço de tempo.

Os exemplos e cases de sucesso da internet, onde empresas ganham ou passam a valer bilhões de dólares a partir de uma tacada bem sucedida como o Facebook, por exemplo, acabam trazendo consigo uma certa ilusão de semiótica a quem assiste tudo do lado de fora.

A internet ganhou espaço não só por ser um novo meio infinitamente mais abrangente de propaganda, mas sim pelas inúmeras possibilidades de propaga-la. O problema é que a maioria das estratégias e planos de marketing digital perde-se na urgência de se trazer o chamado “dinheiro fácil”.

No começo de cada projeto, a quantia do investimento pode ditar esse encurtar de etapas. Com a ajuda de um SEO, uma empresa pode ser top 10 em buscadores como o Google em poucos dias ou semanas de trabalho. Seja através do link patrocinado, como em busca orgânica.

O sucesso ou acesso ao topo repentino, porém, pode servir como um frustrado plano de publicidade. Em poucos dias, o empresário tem o acesso e a busca de serviços feitos por centenas de pessoas. A partir deste ponto, há o relaxamento nas estratégias de ação sobre o mercado e, principalmente, a retirada repentina do investimento médio empregado até então.

Ao perceber que sua empresa está sendo visitada por milhares de internauta, o empresário acaba caindo no erro de achar que o ponto principal do projeto foi atingido e que ele não precisa mais de serviços de um SEO, com um programa de link patrocinados e estrutura de sites bem feitos.

Ele encerra uma parceria, por exemplo, e vê, em poucas semanas, a procura pelos seus serviços cair vertiginosamente e, conseqüentemente, o nome de sua empresa desaparecer das ferramentas de buscas.

Cases de sucesso mostram e deixam comprovado que um projeto bem feito é aquele que tem uma estrutura sólida, conquistando o consumidor e deixando o nome da empresa em evidência constantemente.

Como um dos meus cases. O da Pousada Villa Camboa. Em 60 dias de projeto e lançado na internet através de links patrocinados, a empresa alcançou 337 cliques através de buscas como “Pousada Litoral Norte” e outros 352 cliques de internautas que procuraram pelas palavras “Pousadas em Camburi”.

Outro exemplo, que une tanto os links patrocinados quanto a busca orgânica pode ser citado através da www.aluga.net. Em poucos dias foram 96 cliques para “Aluguel de Computadores” e 106 outros cliques para a busca através das palavras “Locação de Computadores”. Isso fez com que, na busca orgânica, a empresa aparecesse em primeiro lugar no Google.

É de extrema necessidade ter em mente um prazo de retorno e o budget disponível, sempre atualizando com a melhor estratégia para se por em prática. Uma dica para pequenas e médias empresas é dar início às campanhas de Links Patrocinados do Google Adwords com uma verba maior e ir reduzindo os investimentos na medida em que o tráfego da busca orgânica começar a gerar conversões. O empresário deve sentir o mercado e atingir uma média de custo que seja interessante e que mantenha a empresa em evidência.

A melhor saída é uma campanha de links patrocinados em conjunto com um plano estratégico de um SEO. Na busca orgânica, a empresa terá uma taxa de conversão geralmente maior e mais qualificada que os links patrocinados, com investimentos que trará retorno em médio e longo prazos.

Já os links patrocinados trazem resultados assim que as campanhas são iniciadas, pois são exibidos instantaneamente. Se bem gerenciado, e aí é que entra o papel fundamental de se ter um bom SEO tocando a sua campanha, o retorno e o sucesso são garantidos e estabilizados. Milagres nesse meio, como muitos SEOs vendem e outras várias empresas compram, não existem.

E você? Qual sua opinião sobre o assunto? Entre em meu site e dê sua opinião:www.topgoogle.com.br.

Mais Sobre Opinião

O bom do silêncio

O bom do silêncio

Bolsonaro disse que não adianta exigir dele a postura de estadista, por que não é estadista.

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.