Porto Velho (RO) terça-feira, 1 de dezembro de 2020
×
Gente de Opinião

Opinião

E-Legis terá vídeo conferencia sobre digitalização de rádio e TV


A digitalização do rádio e da televisão no Brasil é o tema de um seminário que poderá ser acompanhado em tempo real pelo sistema de vídeo conferencia da Escola do Legislativo. O evento é promovido pelo Interlegis e acontece no auditório Antônio Carlos Magalhaes, do Senado Federal.

O evento é direcionado aos profissionais, empresários e acadêmicos da área de comunicação social, mas é aberto a qualquer interessado no tema. Basta comparecer a Escola do Legislativo e doar uma lata de leite, que será destinada a entidades assistenciais. O sistema de vídeo conferencia da Escola do Legislativo permite a interação com os palestrantes

O seminário terá início às 9h com uma mesa de abertura, cujo tema será “Comunicação no Campo Público: o direito a reserva de espectro”. Para a mesa, estão sendo esperados, além das entidades que compõem a comissão organizadora do evento, representantes do Ministério das Comunicações (Minicom), da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

À tarde, o evento continua com mais duas mesas. Às 14h, “A Digitalização do Rádio”, com participação do Minicom e da Anatel (a confirmar), da Associação de Rádios Públicas (ARPUB) e da Associação Mundial de Rádios Comunitárias (AMARC). A partir das 16h, terá início a mesa “A Digitalização da TV”, que também contará com a participação do Minicom e da Anatel (a confirmar), do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindTelebrasil) e da Associação Brasileira de Emissões Públicas, Educativas e Culturais (ABEPEC).

O Fórum foi gestado, inicialmente, dentro da Frente Parlamentar pela Liberdade de Expressão e o Direito a Comunicação com Participação Popular (Frentecom), da Câmara dos Deputados, que é coordenada pela Deputada Luiza Erundina (PSB/SP), e será realizado em quatro etapas, sendo três pré-fóruns, previstos para serem realizados em abril, junho e agosto, e uma etapa nacional prevista para ser realizada em novembro. Compõem a comissão organizadora do Fórum: a Associação Brasileira de Emissões Públicas, Educativas e Culturais (ABEPEC), a Associação Brasileira de Tevês Universitárias (ABTU), Associação Brasileira de Comunicação Comunitária (ABCCOM), Associação Brasileira de Televisões e Rádios Legislativas (ASTRAL), Associação de Rádios Públicas (ARPUB), Movimento Nacional de Rádios Comunitárias (MNRC), Frente Nacional pela Valorização das Tevês do Campo Público (FRENAVATEC), Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), Associação Mundial de Rádios Comunitárias (AMARC), Associação Brasileira de Rádios Comunitárias (ABRAÇO); Conselho Federal de Psicologia (CFP), Federação Nacional dos Trabalhadores de Rádio e TV (FITERT), Conselho Curador da EBC, Intervozes, Viração Educomunicação e Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Comunicadoras e Comunicadores (RENAJOC).

Fonte: Alexandre Badra / Escola do Legislativo

Mais Sobre Opinião

Sua Excelência a abstenção

Sua Excelência a abstenção

Independente de quem saía consagrado das urnas no segundo turno do pleito para a prefeitura de Porto Velho (Hildon Chaves ou Cristiane Lopes), certo

A cidade foi a grande ausente no debate

A cidade foi a grande ausente no debate

Se o Ibope estiver certo em sua aferição, o prefeito Hildon Chaves (PSDB) vai permanecer por mais quatro anos no comando do município de Porto Velho

Hildon Chaves deverá vencer as eleições muito facilmente, se a Cristiane não se reposicionar junto aos eleitores

Hildon Chaves deverá vencer as eleições muito facilmente, se a Cristiane não se reposicionar junto aos eleitores

Até o momento, ao que tudo indica, parece que a definição sobre quem será o próximo prefeito ou prefeita de Porto Velho é “favas contadas”. O atual

Respeito a decisão do Vinícius, mas não concordo

Respeito a decisão do Vinícius, mas não concordo

Recebi de um amigo um vídeo em que o candidato à prefeitura de Porto Velho, Vinicius Miguel - em quem votei no primeiro turno da eleição de domingo (1