Porto Velho (RO) quinta-feira, 22 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Diário, com digna história, completa 20 anos


Diário, com digna história, completa 20 anos - Gente de Opinião

Por Carlos Neves
 

É jovem, mas já possui uma digna história na escrita imprensa rondoniense. São vinte anos de informação e formando opinião. É o que se pode dizer deste Jornal Diário da Amazônia, por onde já passaram ou ainda estão respeitáveis profissionais que militaram ou  ainda militam na comunicação de Rondônia e de outras localidades brasileiras.

A dinamicidade na notícia é tratada com zelo e respeito ao leitor por este veículo de comunicação. Olha que a concorrência com os sites eletrônicos, com as televisões e com as rádios, bem como com outros Jornais impressos, é um tanto quanto desgastante. Mas quem não se preocupa com o seu público alvo não chega aos 20 anos festejando e sendo festejado.

Aqui se noticia. Fazem-se matérias. Elaboram-se entrevistas e provocam-se debates em todos os campos. O entretenimento, o esporte, a política, a polícia, a capital, os municípios, a sociedade, dentre outros setores, e o classificado tem o mesmo olhar: bem informar o público leitor, seja assinante ou não.Diário, com digna história, completa 20 anos - Gente de Opinião

Escrever isso pode ser complicado para muitos, mas fico à vontade ao rascunhar (nosso linguajar de redação) essas linhas. Integrei ao corpo redacional deste Diário da Amazônia como editor de política (2009/2010) e me sinto à vontade para afirmar que o convívio entre os profissionais jornalistas, a diagramação e arte visual, o comercial, a impressão (setor gráfico) e a diretoria sempre foi salutar. As divergências existiam, é claro, como em qualquer outra empresa. Mas se buscava sempre o melhor, motivação para bem escrever e manter bem viva a história do jornalismo rondoniense.

Hoje, vejo que este Jornal almeja levar as informações ao público leitor pelos canais eletrônicos. É o avanço da modernidade. Jamais deixar o lado da escrito no papel impresso. Como é bom e gratificante, para nós jornalistas, participar de uma coletiva de imprensa e ouvir do (s) entrevistado (s) “quero ver a matéria, com foto, no jornal de amanhã”. Não é imposição do (s) entrevistado (s), pode estar certo disso. É uma questão cultural. É o desejo de folhear o Jornal e constatar o registro da história na mensagem que passou por meia da escrita impressa, sem demérito aos demais meios de comunicação.

O Diário da Amazônia chega aos 20 anos com promissor futuro. É o que o que se pode avaliar pelo passado respeitador deste veículo de comunicação com seus leitores. Neste 13 de setembro de 2013 é dia de se comemorar e homenagear a data, da qual também me sinto homenageado, assim como os nobres amigos Marcelo Freire, Carlos Sperança, Ana Aranda, Ildefonso Valentim, Sílvio Santos, Zoghbi, J. Gomes e Roni, remanescentes de minha época da redação deste Diário da Amazônia.

Mais Sobre Opinião

O bom do silêncio

O bom do silêncio

Bolsonaro disse que não adianta exigir dele a postura de estadista, por que não é estadista.

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.