Porto Velho (RO) sábado, 24 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

DECLARAÇÃO ACERCA DA REINTEGRAÇÃO DO PRÉDIO DA UNIR


Porto Velho, 07 de outubro de 2011
 
 
Ao Povo de Rondônia
 
Aos Professores, estudantes secundaristas, trabalhadores e aos democratas de todo Brasil
 
Desde a última quarta-feira (05/10/2011) centenas de estudantes mantêm o prédio da UNIR Centro ocupado.
 
A ocupação, justa e legítima, deu-se em decorrência da postura anti-democrática adota pelo REItor da UNIR, Sr. Januário do Amaral, que de forma ardilosa e dissimulada, vem se recusando a negociar a pauta apresentada pelo Comando Geral de Greve, chegando a declarar a imprensa, falaciosamente, que “95% das pautas apresentadas pelos estudantes já foram atendidas”.
 
Novamente, e como de praxe, o REItor mente, mente, descaradamente!
 
No entanto, engana-se, ao desconsiderar a envergadura política que hoje a ocupação assume e subestimar a disposição inabalável de luta dos estudantes.
 
Nesta ocupação, não estamos sozinhos!
 
Junto a nós, encontram-se dezenas de professores da UNIR, estudantes secundaristas, mães e pais, que permanecem em vigília constante, dado o mandado de desocupação expedido pela justiça federal no dia 06/10/2011.
 
Declaramos, publicamente, que depende, única e exclusivamente do REItor da UNIR, a resolução deste impasse.
 
A ele, está colocada a tarefa de oficializar seu AFASTAMENTO do cargo do Reitor da UNIR, atendendo a reivindicação e ao desejo imperativo da comunidade universitária e do povo de Rondônia.
 
Desta forma, seguiremos ocupando a Reitoria da UNIR, até que se proceda ao afastamento do REItor da UNIR e a imediata instauração de uma auditoria em nossa Instituição, com o objetivo de averiguar as virtuais irregularidades cometidas no âmbito da Administração Superior da UNIR e da Fundação RIOMAR.
 
Resistiremos, reafirmamos assim, nossa firme decisão de defender com unhas e dentes a Educação Superior Pública, Gratuita, de Qualidade, Verdadeiramente Democrática e que Sirva ao Povo.
 
Em caso de invasão por parte da Polícia Federal, Força Nacional de Segurança ou qualquer outro efetivo de polícia, declaramos publicamente, que a responsabilidade pelo derramamento de sangue dos estudantes é de responsabilidade do Sr. José Januário de Oliveira do Amaral.
 
Não permitiremos por fim, atos de intimidação ou eventuais humilhações praticadas pela Polícia Federal, com vistas a criminalizar a legítima ocupação levada a cabo pelos estudantes!
 
Responderemos a altura, a qualquer tentativa de agressão aos heróicos estudantes, que demonstram diariamente, sua decisão, audácia e ousadia em lutar incessantemente, até a conquista de seus direitos, que tem sido sistematicamente vilipendiados pelo REItor Januário do Amaral!
 
À luta!
Nenhum direito a menos!
 
COMANDO GERAL DE GREVE DOS ESTUDANTES DA UNIR
 
 

Mais Sobre Opinião

O bom do silêncio

O bom do silêncio

Bolsonaro disse que não adianta exigir dele a postura de estadista, por que não é estadista.

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.