Porto Velho (RO) quinta-feira, 22 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Curso de Direitos Humanos


Nesse portal, além da informação abaixo, aparece a capa do livro. Para ver a capa clicar: http://www.amigosdolivro.com.br/  Depois, no retângulo Mapa, escrever: Curso de Direitos Humanos + João  Baptista Herkenhoff Curso de Direitos Humanos / João Baptista Herkenhoff

Subsidiar estudantes, organizações civis e militares, professores, comunidades religiosas e a sociedade civil em geral, com dados minuciosos e contextualizadores sobre os direitos humanos, é o objetivo de João Baptista Herkenhoff.


De forma bastante didática, o autor, que é livre-docente da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), passa informações precisas acerca do tema, sempre buscando situar o leitor quanto aos vínculos entre os fatos históricos de cada período e os direitos humanos.


Numa época em que é colocada em discussão a consciência de não haver oposição entre o direito da pessoa humana e o zelo pela segurança pública, a leitura da obra torna-se de fundamental importância em praticamente todos os segmentos da sociedade.


Sobre o Autor:

João Baptista Herkenhoff, Livre-Docente da Universidade Federal do Espírito Santo. Coordenador Pedagógico e Professor Pesquisador da Faculdade Estácio de Sá do Espírito Santo. Juiz de Direito aposentado.


Serviço:

Curso de Direitos Humanos –
João Baptista Herkenhoff.
Editora Santuário
ISBN: 978-85-369-0247-0
Formato: 14 x 21 cm
Páginas: 224
Edição: 1ª
Ano: 2011
Preço: R$ 22,50

Maiores informações sobre o autor: www.jbherkenhoff.com.br
E-mail do autor: jbherkenhoff@uol.com.br  

Mais Sobre Opinião

O bom do silêncio

O bom do silêncio

Bolsonaro disse que não adianta exigir dele a postura de estadista, por que não é estadista.

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.