Porto Velho (RO) quinta-feira, 26 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Opinião

Corrupção com os dias contados



Professor Nazareno*
 

Neste ano de 2076 a situação política do Brasil foi muito preocupante. Mesmo sendo reeleito para mais um mandato de sete anos, o Presidente Mário Eugênio Lula da Silva já admitiu que haverá muitas mudanças em seu novo governo. “O nosso país precisa se inserir na nova realidade mundial e para isso é necessário investir na honestidade do nosso povo”, disse o recém-eleito mandatário, talvez se inspirando em seu famoso bisavô. Sobre o escândalo de corrupção que praticamente destruiu todo o setor elétrico do país e que envolveu e envolve várias personalidades e líderes do PT e também de todos os outros partidos políticos, o líder dos brasileiros disse que na sua nova gestão será implacável com os que usam o dinheiro público para enriquecer. “Vamos combater a corrupção em cada canto, em cada cidadão”, disse o Presidente.

Lula da Silva ainda não escolheu os novos integrantes do seu futuro governo, mas especulações dão conta de que Tirulipa Neto, o Deputado Federal mais votado do país pela terceira vez, será o Ministro da Justiça. Indagado sobre a subserviência do STF ao Executivo, por ter os 11 ministros da Suprema Corte nomeados pelo partido que está no poder, o Presidente desconversou: “precisamos pensar no futuro”. Lula disse também que a Polícia Federal seria reconhecida no novo governo. E já adiantou que dará 100% de aumento para todos os agentes e vai proibi-los de participar de qualquer operação, já que eles não são médicos. “No nosso governo só participará de operação quem tiver diploma na área da Medicina ou tiver feito estágio em Cuba”, informou. O raciocínio é até lógico: sem operações não há corrupção e a mídia não noticiaria nada.

O Presidente assegurou que a patifaria vai acabar em nosso país. “Basta ver o que aconteceu no ex-Estado de Rondônia”, alertou. Realmente, naquele inóspito e pouco civilizado lugar, a roubalheira acabou com tudo. Lá, até as eleições deixaram de existir por absoluta falta de candidatos honestos. De casca de ferida até o asfalto das ruas, nada escapou da ganância dos seus administradores. Em Ji-paraná, sua linda e arborizada capital, a corrupção e a incompetência destruíram completamente a cidade. “Foi preciso dar Bolsa Família a todos para incentivar uma reação, já que o povo dali é passivo demais”, reclamou Lula. Os rondonienses podem ficar tranquilos, pois Brasília nomeará agora um governador realmente ficha limpa. “Vamos criar o ROBAN, Rondônia Banco, para impulsionar aquela área nacional”, disseram as autoridades.

Mário Eugênio talvez possa recriar o Ministério Público, só que agora com bem menos autonomia. Com relação à mídia, disse que continuará sendo regulamentada e sob estrita vigilância, já que esses órgãos recebem verbas públicas para divulgar somente os interesses nacionais. Os programas “menos leitura”, “mais religião”, “mais jabá” e “mais mandi” podem sofrer algumas alterações, pois a partir de agora o Palácio Dilma Rousseff governará em plena sintonia com o povo, afirmaram alguns jornalistas. O Ministério das Empreiteiras finalmente dará prosseguimento às obras de transposição do rio São Francisco bem como iluminará a ponte de Rondônia e terminará as obras dos viadutos de Porto Velho, a segunda maior cidade daquela região administrativa. “Viver num país sem roubalheiras e sem corrupção era só uma meta sonhada pelos nossos antepassados e que agora será realidade”, concluiu eufórico o reeleito Presidente.

*É Professor em Porto Velho.

Mais Sobre Opinião

Hildon Chaves deverá vencer as eleições muito facilmente, se a Cristiane não se reposicionar junto aos eleitores

Hildon Chaves deverá vencer as eleições muito facilmente, se a Cristiane não se reposicionar junto aos eleitores

Até o momento, ao que tudo indica, parece que a definição sobre quem será o próximo prefeito ou prefeita de Porto Velho é “favas contadas”. O atual

Respeito a decisão do Vinícius, mas não concordo

Respeito a decisão do Vinícius, mas não concordo

Recebi de um amigo um vídeo em que o candidato à prefeitura de Porto Velho, Vinicius Miguel - em quem votei no primeiro turno da eleição de domingo (1

Os náufragos de 2020

Os náufragos de 2020

Não foi apenas o presidente Jair Bolsonaro que saiu perdendo nas eleições municipais de 2020. A esquerda foi massacrada nas urnas. Exemplo disso é o

O recado das urnas

O recado das urnas

A renovação substancial da Câmara Municipal de Porto Velho, além da decepção causada a muitos dos que atualmente exercem mandato de vereador, há de