Porto Velho (RO) sexta-feira, 23 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Centenário de Fátima: Missa do papa será amanhã, às 5 em Rondônia


 
O papa Francisco vai celebrar, como parte do centenário da primeira aparição de Nossa Senhora de Fátima, amanhã, uma Missa no Recinto do Santuário, em Fátima, Portugal, iniciando às 5 horas da manhã, horário de Porto Velho.

Durante a celebração os pastorinhos Jacinta e Francisco, que com Lúcia viram e ouviram as aparições em 1917, serão canonizados, passando à galeria de santos da Igreja Católica.  Jacinta faleceu em 1920 e Francisco em 1919, Lúcia, que se tornou freira, faleceu em 2005 e é considerada “beata” pela Igreja Católica, um passo em direção à canonização.

A aprovação da canonização dos dois irmãos aconteceu em março deste ano, quando a Congregação para as Causas dos Santos, confirmou o reconhecimento do segundo milagre atribuído aos dois. A comissão estudava o processo iniciado em 1952, quando chegou a solicitação, com os primeiros documentos, assinados pelo bispo de Leiria, diocese de Fátima.

Há seis anos o novo e decisivo milagre, reconhecido pela Congregação, aconteceu no Brasil. Uma criança, que padecia de uma doença dada como incurável pela Medicina, foi curada quando seus pais oraram em intenção da cura pedindo intercessão dos irmãos Jacinta e Francisco, conseguindo o que a igreja considerou o milagre.

A família vai estar, com o garoto, agora adolescente, dentre os participantes das celebrações em Fátima, só que deverão ter um lugar de destaque, durante a comunhão e do ofertório.

CANONIZAÇÃO

No ritual da canonização de Francisco e Jacinta, o papa proferirá a seguinte oração: “Em honra da Santíssima Trindade, para exaltação da fé católica e incremento da vida cristã, com a autoridade de nosso Senhor Jesus Cristo, dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo e Nossa, depois de termos longamente refletido, implorado várias vezes o auxílio divino e ouvido o parecer de muitos Irmãos nossos no Episcopado, declaramos e definimos como Santos os Beatos Francisco Marto e Jacinta Marto e inscrevemo-los no Catálogo dos Santos, estabelecendo que, em toda a Igreja, sejam devotamente honrados entre os Santos. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo”.

Mais Sobre Opinião

O bom do silêncio

O bom do silêncio

Bolsonaro disse que não adianta exigir dele a postura de estadista, por que não é estadista.

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.