Porto Velho (RO) sábado, 24 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

ARTIGO: SOBRE AS MULHERES EM RONDÔNIA



Gostaria de destacar a atuação da mulher em Rondônia, sem a preocupação de ser democrático ou fazer média, quero falar sobre a mulher por entender que a história de qualquer região se faz, necessariamente, com a participação delas. 

As pessoas normalmente esperam a ocorrência de uma data especial para tratar de assuntos como este, gostaria de destacar, que não me ocorre qualquer coisa desse gênero, estou refletindo a mulher em Rondônia pelo simples prazer de escrever e por acreditar que muito precisa ser dito sobre as mulheres e sua atuação ao longo de nossa trajetória política, histórica e cultural. 

Acredito que a ação do homem no sentido de manter historicamente a mulher dentro de casa, esconde o seu temor de disputar e perder o espaço social externo. 

Não devemos ter dúvidas de que a mulher é tão capaz de pensar e agir socialmente, quanto o homem. 

As lutas em favor das igualdades de gênero são antigas na história, porém, foi no século vinte que as mulheres começaram de forma mais contundente a ocupar esse espaço externo. 

É gratificante saber que algumas mulheres romperam a tradição machista em nossa região e marcaram profundamente a nossa história. A lista composta por mulheres que deram grandes contribuições ao nosso Estado é longa e não poderíamos deixar de citar: Dona Cotinha, Mãe Esperança, Marize Castiel, Professora Estela Compassos. Milhares de professoras, trabalhadoras rurais, seringueiras, garimpeiras, médicas, parteiras, funcionárias públicas, profissionais liberais que na cidade no campo ou nas florestas, em todos os municípios deste Estado, foram capazes de alimentar e educar os seus filhos, geração a geração. O resultado desta força é o estado que temos hoje: Rondônia. 

Entre tantas mulheres de destaque, lembramos a atuação da rainha negra do Vale do Guaporé Tereza de Benguela que liderou o quilombo do piolho contra a humilhante ação escravocrata no vale do Guaporé. Gostaria de lembrar também, o pioneirismo feminino no parlamento brasileiro, a primeira mulher a assumir uma cadeira no Congresso Nacional foi da região norte do Brasil, a paraense Carlota Joaquina de Queiroz, médica eleita em 1933 pelo Estado de São Paulo. Foi na ocasião deputada constituinte que participou da elaboração da Constituição de 1934 na Era Vargas. 

Em Rondônia as mulheres estão definitivamente fazendo história. A primeira mulher a assumir o cargo de governadora em toda a história do Brasil foi à professora Janilene Vasconcelos de Melo, que substituiu o governador Jorge Teixeira de Oliveira, uma passagem marcante que deve estar presente em todos os livros de história do Brasil. 

Participou ativamente do processo de criação do Estado de Rondônia em 1981/82. Ocupou vários cargos de destaque até chegar ao Governo do Estado em substituição ao governador Jorge Teixeira de Oliveira, se tornando a primeira mulher a ocupar este cargo na história do Brasil. 

Outro fato marcante envolvendo uma mulher, na história do Brasil e em Rondônia, se relaciona com a Polícia Militar, que também pela primeira vez em toda a nossa história é ocupada por uma mulher, a Coronel PM Angelina dos Santos Correia Ramires. 

Todos somos sabedores do problemático quadro existente na segurança pública no Brasil e em nosso Estado, passar o comando de tão importante instituição para uma mulher é dar um claro sinal de novos tempos, é o reconhecimento da inteligência e competência feminina, este ato é marcante também pelo fato de se tratar de um órgão tradicionalmente machista e ocupado por homens. 

Devemos lembrar além desses exemplos que a presidência do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia tem em sua direção uma mulher, a Desembargadora Doutora Zelite Andrade Carneiro

Daniele Cristina Lima é o mais novo exemplo na conquista de novos espaços sociais e políticos, gostaria de divulgar que essa jovem entrou no corpo de bombeiros em nosso Estado e recentemente se tornou “a primeira oficial bombeiro” da história de Rondônia. Gostaria de reforçar a idéia pois se trata de uma instituição tradicionalmente ocupada por homens. Parabéns as mulheres vocês merecem muito mais. 

Estes são alguns exemplos de uma longa lista de mulheres que ocupam cargos importantes em Rondônia, e é sempre bom lembrar que não devemos medir as pessoas pelos cargos que ocupam, devemos medir as pessoas pela régua da ética, solidariedade, responsabilidade e competência. Por possuir esses méritos, qualquer pessoa será merecedora de nossa estima, carinho, respeito e admiração. 

Fonte: EMMANOEL GOMES  - PROFESSOR E HISTORIADOR

Mais Sobre Opinião

O bom do silêncio

O bom do silêncio

Bolsonaro disse que não adianta exigir dele a postura de estadista, por que não é estadista.

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.