Porto Velho (RO) sábado, 17 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Artigo: OLIMPÍADAS. O MAIOR ESPETÁCULO DA TERRA



Faustino Vicente

A China ganha manchetes nos meios de comunicação do mundo todo, não por ser o país mais populoso do planeta ou pelo seu espetacular desenvolvimento econômico dos últimos anos, mas por ser a sede da 29ª edição das olimpíadas de 2008. Os jogos olímpicos nasceram no berço da filosofia e da democracia do ocidente – a Grécia - no ano 776 a.C. na cidade de Olímpia. Foi interrompida no ano 393 d.C., por decreto do imperador romano Teodósio, e reativada pelo Barão Pierre de Coubertin em 1896,em Atenas,transformando-se no maior espetáculo da planeta azul.

Além das provas esportivas, haverá um desfile de valores e cores,usos e costumes,etnias e classes sociais, ritmos e idiomas,religiões, profissões e tradições. O marketing, as estratégias e as táticas serão bandeiras organizacionais. As olimpíadas representam a mais bela manifestação cultural da espécie humana. Os avanços da medicina esportiva, as descobertas científicas e as inovações tecnológicas produzirão efeitos especiais em mais um lance da arquitetura da Paz entre os povos.

Como exemplo, citamos a evolução dos meios de comunicação através dos jogos olímpicos da era moderna: Atenas (1896), telégrafo; Paris (1924), rádio; Berlim (1936),cinema; Helsinque (1952), placares eletrônicos; Roma (1960), televisão e telex; Tóquio (1964), cronômetros eletrônicos e células fotoelétricas; Munique (1972), transmissão de TV via satélite e em cores; Seul (1988), fax; Atlanta (1996), telefone celular e em Sydney (2000), Internet.

Nenhuma manifestação social, econômica, cultural,política ou religiosa consegue globalizar todos os segmentos da sociedade internacional como esse evento singular. Entre as dezenas de modalidades encontramos no vôlei a expressão maior do espírito de equipe,o que nos leva a refletir sobre a necessidade de abandonarmos a gestão solitária e vivenciarmos a gestão solidária. Se concordarmos que “os movimentos realizados em conjunto pelos jogadores são chamados de tática”, concluiremos que é o vôlei que evidencia esse princípio de gestão com  maior intensidade.A maioria dos pontos é resultado da logística dos três toques.

Das provas de atletismo – o “DNA” das olimpíadas – em que os atletas participam tendo ao lado os seus adversários, destacamos a corrida de revezamento (4x100) com bastão. Desta modalidade tiramos a lição de que as maiores perdas nas empresas residem na “passagem de bastão” entre os vários departamentos,principalmente, por falhas de comunicação – “o calcanhar de  Aquiles” – da gestão.Uma das mais fascinantes provas é a corrida dos 100 metros rasos,que faz o mundo conhecer o filho do vento – o homem mais veloz da terra.

Ele treina durante quatro anos,para vencer uma prova em menos de dez segundos. Esta é maior evidência de que o aperfeiçoamento continuado agrega valor. Revelamos a resposta que um atleta deu ao repórter, quando perguntado sobre quem será o seu maior adversário em Pequim. Ela veio como uma flecha certeira: “Eu mesmo. Tenho que superar a mim mesmo. Sou o meu único adversário”. Assim, cada um de nós deve encarar a vida. A nossa limitação encontra-se em nossa mente.Para conseguir a superação alguns entendem que a palavra chave é determinação, outros pensamento positivo e,para muitos, o segredo está na fé.

Todos os esportistas que estarão na China são tecnicamente exemplares, mas somente os excepcionais gravarão, com letras douradas, seus nomes na história,provavelmente,por um detalhe – o equilíbrio emocional.Na “olimpíada da vida” uma carreira bem sucedida pode estar numa pequena diferença, por exemplo, “na beleza de ser um eterno aprendiz”. Como homenagem à Grécia de todos os tempos encerramos com a “frase imortal” do célebre filósofo Aristóteles (384-322) a.C: - “Só fazemos melhor aquilo que repetidamente insistimos em melhorar.A busca da excelência não deve ser um objetivo e ,sim, um hábito.”

* Faustino Vicente  - Consultor de Empresas e de Órgãos Públicos – e-mail: faustino.vicente@uol.com.br

Mais Sobre Opinião

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.

Brasil,  192 anos dos Cursos  Jurídicos  Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

Brasil, 192 anos dos Cursos Jurídicos Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

O Brasil, último país a acabar com a escravidão tem uma perversidade intrínseca na sua herança, que torna a nossa classe dominante enferma de desigual

Vagalumes nas trevas

Vagalumes nas trevas

Mas as trevas não são absolutas: há estrelas, há vagalumes, há réstias de luz