Porto Velho (RO) domingo, 27 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Vereador Val condena o uso de agrotóxicos


Vereador Val condena o uso de agrotóxicos - Gente de OpiniãoAo participar da entrega de um caminhão ao Assentamento 14 de Agosto no último final de semana, o presidente da Câmara Municipal de Ariquemes, vereador Valmir Francisco dos Santos (Val PT), aproveitou a oportunidade de estar numa área de produção orgânica para voltar a fazer uma breve análise sobre os danos que o uso de agrotóxicos traz para as lavouras e os malefícios que causam à saúde das pessoas que consomem os alimentos com alto teor de contaminação.

Os prejuízos à saúde da população foi uma das maiores preocupações do vereador que sempre defendeu o fim do uso de agrotóxicos nas lavouras, ou em qualquer outra situação que tenha contato direto com a pessoa. Ele lembrou que o assunto ainda que timidamente, começou a ganhar repercussão nacional a exemplo a série de reportagens especiais exibida na segunda semana deste mês por um dos jornais televisivos de maior audiência do país que tratou sobre os perigos do uso descontrolado de agrotóxico.

As matérias trouxeram dados da Anvisa que apontam que mais de 5 milhões de litros de agrotóxico foram despejados em 2010 nas lavouras do Brasil. Os números colocam o país como um dos maiores consumidores de agrotóxicos do mundo. Neste sentido, o presidente da Câmara de Ariquemes também enfatizou o estímulo que a Copa do Mundo terá em relação aos orgânicos que serão servidos aos atletas e visitantes nos Hotéis e Restaurantes. Alguns dos produtos serão exportados de Rondônia. “Mas precisamos nos atentar mais, porque a vida das pessoas foi invadida por uma quantidade enorme de produtos químicos que são ingeridos dia a dia e isso tem atraído muitas doenças e levado muitos a uma morte precoce”, reforçou.Vereador Val condena o uso de agrotóxicos - Gente de Opinião

 

Exemplo

Como exemplo de que se pode produzir sem o uso de agrotóxico, Val mencionou o próprio Assentamento 14 de Agosto que comemora 20 anos em 2012 com uma produção 100% orgânica de produtos como: arroz, feijão, milho, hortaliças; peixe, gado e leite para consumo; polpa de frutas; banana; café; e cupunha, tanto o palmito quanto à semente; que servem de subsistência para as 36 famílias integrantes do Movimento dos Sem Terra (MST) e da Via Campesina que moram no local.

Além da produção para subsistência, o Assentamento tem em funcionamento, uma farinheira de mandioca, que produz uma média de 80 sacas por mês. E para reparar os danos causados pelo desmatamento feitos na propriedade antes de ser ocupada, o grupo fez o reflorestamento em 23 hectares da Fazenda. “São 15 lavouras consorciadas através do Sistema de Organização de Agrovilas; máquinas de beneficiamento de arroz e triturador”, ressaltou o assentado Josué Pessoa de Souza ao apresentar as lavouras as autoridades que compareceram a entrega do caminhão que ajudará no transporte dos produtos.

De acordo com ele, a área foi ocupada em 1992, na data em que deu nome ao Assentamento, tem 400 hectares, fica há cerca de 70 quilômetros de Ariquemes e hoje é modelo de Assentamento para o estado.

“E o mais vantajoso com certeza, é quando a gente olha o aspecto humano, social e ecológico de tudo isso”, resumiu Val.

O caminhão foi entregue ao Assentamento pelo prefeito de Ariquemes Márcio Londe Raposo (DEM) através de uma emenda articulada pelo deputado federal Padre Tom (PT) herdada do ex-deputado federal Eduardo Valverde; e também foi marcada pela presença da secretária de Agricultura Mari Braganhol, do vereador Vanilton Cruz (PSD); e demais autoridades.

Fonte: Ascom

 

Mais Sobre Municípios

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (Semtran), informa que foi confirmada a paralisaç

Comunicado Semtran - Avenida Campos Sales terá seu sentido de circulação alterado

Comunicado Semtran - Avenida Campos Sales terá seu sentido de circulação alterado

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes – SEMTRAN, comunica à população que a avenida Cam