Porto Velho (RO) quinta-feira, 28 de janeiro de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

Usina de asfalto quente do Governo começa a funcionar em Ji-Paraná


 

A instalação da Usina de CBUQ em Ji-Paraná, de acordo com o governador, tem como foco principal o asfaltamento 50 km de ruas na cidade, e também para atender os municípios da região. 

Confúcio assegura que o governo do Estado transformará Ji-Paraná num canteiro de obras. Citou como exemplo as obras em andamento do projeto Canais da Cidadania, na revitalização e urbanização do Córrego Pintado, que receberá espaços para práticas esportivas e lazer.

“Também vamos asfaltar o Anel Viário do município, uma das principais reivindicações da população local. A pista do aeroporto será totalmente recuperada. Essas são apenas as obras por parte do Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes (DER)”, frisa o chefe do Executivo estadual.


Entre os benefícios para a cidade, o governador destacou a geração de empregos que as obras oferecerão aos moradores. Segundo Confúcio, todos ganharão com essas obras. “Os comerciantes poderão vender mais e o município passar a arrecadar mais. Nossos netos poderão gozar dos benefícios hoje executados, acrescenta.

Investimento e obras econômicas

O diretor-geral do DER, engenheiro Lucio Mosquini, frisa que a estrutura (máquinas e equipamentos) da usina gira em torno de R$ 5 milhões de investimento do Governo. Mosquini ressalta que a economia que será gerada no asfaltamento de 50 km de ruas na cidade paga toda a estrutura montada e ainda sobra dinheiro.

De acordo com os cálculos do engenheiro, o asfaltamento das ruas em Ji-Paraná custaria cerca de R$ 25 milhões. “Como o DER tem usina própria, comprou todo o material asfáltico e executará a obra com servidores próprios, o custo será de aproximadamente R$ 12 milhões”, explica. O diretor salienta, ainda, que toda a estrutura da usina é móvel e posteriormente atenderá outros municípios.


 
 
 
Gente de Opinião

Prefeitura também economiza

Durante a inauguração, o prefeito Jesualdo Pires disse que a instalação da Usina de CBUQ em Ji-Paraná é um orgulho para sua administração. Jesualdo citou a dificuldade que estava enfrentando para conseguir massa asfáltica para fazer tapa-buracos na cidade.

“Estávamos pegando asfalto em Rolim de Moura. A caçamba levava cerca de três horas para ir, outras duas horas para aguardar o carregamento e mais três horas para retornar. Praticamente um dia inteiro, sem contar o custo elevado. Agora, estamos utilizando a estrutura do DER e economizando cerca de 50% desses custos, detalha o prefeito.

O senador Acir Gurgacz frisa que o governador Confúcio não está realizando obras eleitoreiras, mas sim um trabalho de qualidade, resultado de dois anos de planejamento. Segundo o senador, obras ruins são coisas do passado.

Fonte: Nilson Nascimento
Fotos: Nascimento

Mais Sobre Municípios

Farmácia municipal irá funcionar nos finais de semana em Ariquemes

Farmácia municipal irá funcionar nos finais de semana em Ariquemes

A prefeitura do município de Ariquemes anunciou que a farmácia popular, atenderá a população também nos finais de semana, a partir do último sábado,

Cacoal: indenização para servidores da saúde que atuam no hospital de campanha foi aprovada

Cacoal: indenização para servidores da saúde que atuam no hospital de campanha foi aprovada

Durante a primeira sessão extraordinária, realizada na manhã desta segunda-feira (25), na Câmara de vereadores de Cacoal, todos os doze vereadores (

Prefeitura de Porto Velho avisa que etapa de orientações Já passou e agora haverá notificações

Prefeitura de Porto Velho avisa que etapa de orientações Já passou e agora haverá notificações

A primeira operação realizada após a publicação do decreto 25.728, com o propósito de orientar e educar os comerciantes sobre os riscos de aglomeraç

Prefeitura de Ariquemes suspende aumento de tarifas do serviço público de abastecimento de água e esgotamento sanitário

Prefeitura de Ariquemes suspende aumento de tarifas do serviço público de abastecimento de água e esgotamento sanitário

A Prefeitura de Ariquemes, por meio da Procuradoria Geral do Município (PGM), editou nesta segunda-feira (18), o decreto Nº17.133/21, que visa suspe