Porto Velho (RO) terça-feira, 22 de junho de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

Seminário em Ji-Paraná para discutir recuperação das áreas degradadas



A Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Regularização Fundiária - Seagri, em parceria com o ministério da Agricultura, Ceplac e Emater, realizou na manhã desta terça-feira, no auditório da Ulbra em Ji-Paraná, o 1° Seminário de Recuperação de Áreas Degradadas do Estado de Rondônia. O evento contou com a presença de centenas de agricultores e representantes de entidades, cooperativas e associações rurais do estado.

A Seagri decidiu pela realização do seminário devido à situação do solo nas áreas com pastagens e a proibição de desmatar novas áreas de florestas. Sem a correção do solo não é possível a rotação de cultura e diversificação da produção, o que acaba com os nutrientes e favorece a erosão e, conseqüentemente, a degradação do solo.

O governador Ivo Cassol participou da solenidade de abertura, quando falou da preocupação com a proibição, por parte do IBAMA, da retirada do calcário da única jazida disponível no estado, em Espigão D’Oeste. O calcário é utilizado para a correção do solo e, com essa medida, o Governo do Estado, que distribui gratuitamente aos pequenos produtores rurais, se viu obrigado a buscar o minério no estado do Mato Grosso por um preço impraticável. “Como é que vamos recuperar as áreas degradadas se não podemos retirar o nosso calcário para fazer a correção do solo. Que política é essa que prejudica 117.000 pequenos produtores rurais?”, disse o governador, alertando os representantes do Ministério da Agricultura presentes ao evento.

Outra situação apontada foi a falta de rotação de cultura nas propriedades rurais, o que só é possível com correção, adubação, mecanização e tecnologia nas áreas produtivas. A Seagri e a Emater possuem programas para melhoria da produção, mas sem o calcário, que é o primeiro passo para correção do solo, não é possível alcançar os objetivos. “Se o IBAMA não liberar o nosso calcário o desmatamento com certeza vai aumentar em Rondônia, por que não dá para aumentar a produção sem aumentar a área plantada com o nosso solo do jeito que está”, finalizou Cassol.

Durante todo o dia os palestrantes apresentaram painéis, quando falaram sobre temas ligados à recuperação das áreas, explicando e discutindo aumento de renda com manejo de cultura nas pequenas propriedades e mostrando experiências que deram certo em outros estados do país e que podem ser aplicadas em Rondônia.

Estiveram presentes ao evento o representante do Ministério da Agricultura, Derli Dossa, que explicou como a crise econômica atual está influenciando na agricultura do país e o que o seu ministério está fazendo para corrigir as políticas agrícolas para evitar futuros e que, segundo ele, deverá durar ainda alguns meses. “Rondônia não deverá enfrentar dificuldades com a crise, pois o algodão, que não é produzido aqui, deverá ter uma grande queda, o produtor de milho poderá ter dificuldades, já os de soja, feijão, café e carne praticamente não enfrentarão problemas”, disse Dossa. Estiveram presentes também o diretor de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo, Sávio José Barros de Mendonça, o diretor do Departamento do Café, Lucas Tadeu Ferreira, o senador Expedito Júnior e os secretários da Agricultura, Carlos Magno, da Casa Civil, Odacir Soares, e das Finanças, José Genaro.

Após falar na abertura do evento, o governador e os secretários Odacir Soares e José Genaro viajaram para Brasília, onde participariam do debate na Câmara dos Deputados sobre a reforma tributária, na tarde desta quarta-feira.

Fonte: Decom

Mais Sobre Municípios

Vilhena: Pago recurso destinado por Mariana Carvalho para compra de caminhão-pipa

Vilhena: Pago recurso destinado por Mariana Carvalho para compra de caminhão-pipa

A parceria entre a Deputada Federal Mariana Carvalho e o ex-Vereador Rafael Maziero segue gerando resultados positivos para Vilhena. Desta vez, a Pr

Teixeirópolis comemora 27 anos com 50% da população vacinada contra Covid-19

Teixeirópolis comemora 27 anos com 50% da população vacinada contra Covid-19

O 27º aniversário da emancipação político-administrativa de Teixeirópolis está sendo marcado pela luta da vida. O trabalho no combate contra a Covid

Porto Velho: Sine tem vagas para pessoas com ou sem formação

Porto Velho: Sine tem vagas para pessoas com ou sem formação

Diversas vagas de emprego estão disponíveis no mercado em Porto Velho, conforme informa a página virtual do Sine Municipal. São postos para pessoas em

Equipes de obras realizam serviços em 11 bairros de Porto Velho

Equipes de obras realizam serviços em 11 bairros de Porto Velho

Equipes de obras da Prefeitura de Porto Velho seguem em ritmo acelerado nesta segunda-feira (14), com serviços estruturantes em 11 bairros. Elas reali