Porto Velho (RO) sábado, 19 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Saúde: Reestruturação ajuda Hospital de São Francisco


 Saúde: Reestruturação ajuda Hospital de São Francisco - Gente de Opinião

Não é novidade que o governador Confúcio Moura vem investindo na melhoria da saúde pública de Rondônia. Com a reestruturação da saúde, através do programa “Saúde de Cara Nova”, do governo do Estado, as filas acabam na entrada das unidades públicas.  Houve melhorias significativas no Pronto Socorro João Paulo II, Hospital de Base Ary Pinheiro e Hospitais Regionais.

Em São Francisco do Guaporé, o Hospital Regional construído há dez anos, até o ano passado, não atendia a expectativa de gerar melhoria à saúde da população. Hoje, a situação da unidade é bem diferente, quem conta é o mestre de obras Natanias Gomes. Ele recorda de quando necessitou do Hospital Regional em 2005. “Quebrei a perna quando fazia uma obra em Porto Murtinho, procurei o Hospital naquela época, mas como não tinha médico me encaminharam para São Migueldo Guaporé. Chegando lá, não puderam fazer nada. Segui para Rolim de Moura e, somente lá, meu problema foi solucionado, 36 horas depois. A saúde aqui em São Francisco era uma tristeza, mas isso mudou, o hospital é bom, parece até particular”, comemora o mestre de obras.

O empresário Olímpio Bento confessa não gostar de ir a hospitais quando está doente, mas quando o assunto é referente aos filhos, o cenário muda e ele não pensa duas vezes, procura logo o Hospital Regional de São Francisco. “Minha filha, Ana Clara, desmaiou, corri aqui para o Hospital e de imediato ela foi atendida e medicada. Fizeram exames e está tudo bem com ela, precisa apenas de repouso. É um alívio saber que temos esse Hospital bem equipado e com profissionais que nos atendem rapidamente. Antes, não tínhamos essa assistência”.

Graças a ação eficiente do governo de Rondônia, os moradores dos municípios que compreendem o Vale do Guaporé não precisam mais se deslocar para outras regiões em buscar de auxílio médico.

Sobre o Hospital

O Hospital Regional de São Francisco do Guaporé conta com 124 servidores, entre médicos, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, assistentes sociais, técnicos de saúde e administrativos, além dos prestadores de serviço, como segurança, limpeza e cozinha. A unidade atende pacientes de média complexidade e atende nas especialidades de clinico geral, ginecologia, obstetrícia, ortopedia, reumatologia, psiquiatria (farmacêutica), além de realizarcirurgias.

“A saúde de Rondônia tem mudado de forma considerável, melhoramos a estrutura física das unidades de saúde, estamos construindo a nova e moderna sede da Policlínica Oswaldo Cruz, entregamos o novo Hospital Infantil Cosme e Damião, estamos com o projeto do Hospital de Urgência e Emergência e estamos garantindo saúde de qualidade aos Hospitais Regionais. Hoje, a saúde, mudou e quem afirma isso é a população, como podemos ver aqui em São Francisco”, disse o secretário de Estado da Saúde, Williames Pimentel.

Dados que confirma a mudança

No primeiro semestre deste ano, o HRSF realizou 1.032 internações; 222 cirurgias; 986 exames de raio-x; e, aproximadamente, 200 partos. O investimento pelo governo do Estado para a melhoria gira em torno de R$ 852.671 milhões, isso no mês de junho, de acordo com a Sesau.

O clínico Maiky Oliveira destaca que a estruturação atingiu também o corpo hospitalar. “Somos uma equipe e tudo funciona de forma mutua, com a participação conjunta de médico e servidores, que tem dado certo com resultado positivo para a população que nos procura”, declara.

A coordenadora administrativa, Ivonete Gomes da Silva, está no Hospital Regional de São Francisco desde a sua inauguração, há dez anos. “Isso aqui era um poço de gastos e nada acontecia. Hoje, eu me vejo feliz, aliás, todos nós que trabalhamos aqui, pois agora nos temos metas, buscamos resultados e alcançamos, graças ao governador Confúcio Moura”.

Confúcio Moura, em seus pronunciamentos, costuma afirmar que “na saúde todo dinheiro aplicado é pouco”. É justamente isso que o Governo da Cooperação vem fazendo. Para investimento na saúde pública, R$ 100 milhões serão destinados, por meio do Programa Integrado de Desenvolvimento e Inclusão Socioeconômica do Estado de Rondônia (Pidise), para estruturação e construção de mais unidade de saúde.

“A saúde é um investimento incansável é necessário, pois sem, essa máquina chamada Rondônia não iria funcionar. Agora, eu peço, principalmente a quem acreditou e continua acreditando no meu trabalho: nunca falhei com vocês, minha gente, muitas das coisas eu não prometi, mas eu chego lá e faço. Agora eu quero que vocês façam por mim. Veja o que ando fazendo para o benefício de todos e, acreditem, antes de mim a mudança tem que partir de vocês, levem o nosso Estado para fora, mas de forma positiva”,destaca Confúcio Moura.

Fonte: : Emerson Barbosa / Foto: Daiane Mendonça / Fonte: Decom

Mais Sobre Municípios

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor  Renê

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor Renê

É com profunda tristeza que a prefeitura de Rolim de Moura (RO) comunica o falecimento do médico Renê Alfredo Delgadillo Salgueiro, vítima da COVID-

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolesce