Porto Velho (RO) sábado, 19 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Prefeito desmente irregularidade em projeto de casas


“Padre Franco ressaltou que a má vontade de alguns pode prejudicar centenas de famílias e disse que o Projeto está a disposição até mesmo da Policia Federal para analisar qualquer suposta irregularidade”.

O prefeito de Cacoal Padre Franco Vialetto concedeu entrevista coletiva para a imprensa local na manhã desta sexta feira, 12 de julho de 2013.

O objetivo foi esclarecer para a população o trâmite legal do Projeto de Lei nº 0071/PMC/2013 que trata da aprovação do Loteamento denominado Residencial Paineiras pela Câmara Municipal de Vereadores que oportunizará a implantação de 684 casas através do “Projeto Minha Casa Minha Vida”, do Governo Federal.

Nos últimos dias informações de supostas irregularidades foram divulgadas e alguns pontos importantes apresentados pelo prefeito foram selecionados e relacionaremos a baixo:

Padre Franco explicou que não há irregularidade, pois se trata de um trabalho sério realizado pela Secretaria Municipal de Planejamento. “Este Projeto é baseado no mesmo que enviamos para a Câmara de Vereadores no ano passado, quando demos inicio as 417 casas já contempladas. Naquela época as mesmas pessoas, que novamente fazem as acusações também questionaram o Projeto e denunciaram ao Ministério Público que após análise, entendeu que não havia nenhuma irregularidade. Agora questionam coisas absurdas como, por exemplo, o IPTU das casas, mas não podemos relacionar IPTU de uma residência que nem existe. Falam em suposições em erros, mas não se atentam que estão fazendo algo muito errado, pois tentam colocar em dúvida a seriedade do nosso trabalho, sem provar nada, por isso coloco o Projeto a disposição até mesmo da Policia Federal para analisar qualquer suposta irregularidade”.

Sobre a acusação de que uma assinatura no documento não é original, Padre Franco respondeu que o documento foi assinado por procuração, já que o proprietário não mora em Cacoal e anunciou que se for preciso deve ser feito analise grafológica da assinatura do mesmo.

Padre Franco ressaltou que a má vontade de alguns pode prejudicar centenas de famílias que não serão beneficiadas, pois o risco de perder o Projeto para outro município é real e questionou a forma que a situação esta sendo tratada. “A discussão sobre a assinatura é algo que deve ser analisada, mas que não pode impedir a aprovação, porque a compra do terreno não aconteceu, a Caixa Econômica só paga o terreno à empresa, se o projeto de Lei do loteamento for aprovado antes” explicou.

Padre Franco também falou sobre a parte financeira da obra. “Nenhum centavo que o Governo Federal destina para o Minha Casa Minha Vida passa pelo município, o que está acontecendo em Cacoal é um desrespeito às pessoas menos favorecidas e ao nosso desenvolvimento. Oito vereadores com as quais conversei, ou pessoalmente, ou por telefone na manhã de hoje, manifestaram o interesse em votar favorável ao Projeto, pois eles assim como eu, entendem que tudo precisa estar de acordo com a Lei, e assim será, mas que não devemos demorar nesta aprovação. Os Vereadores Jabá, Walter Pires, Corá, Rafael, Fúria, Ferrazin, Bruno Trevizani e Condack, me disseram que concordam em votar favorável e acho que isso é importante, pois sabem que estamos buscando oportunizar melhor qualidade de vida aos menos favorecidos.” desabafou.

Finalizando, o prefeito falou dos projetos habitacionais que já foram executados no município. “Temos um déficit habitacional muito grande. Nos últimos anos tenho lutado muito para que essa situação diminua e temos excelentes conquistas comprovadas para relacionar, durante a minha administração já entregamos 220 assentamentos no Bairro Vitória, 58 casas no Jardim Limoeiro, 320 terrenos no Bairro São Marcos, 105 casas no Bairro Morada Digna e conquistamos a primeira implantação do Minha Casa Minha Vida em Cacoal através da construção de 417 casas que recebeu contrapartida do Governo do Estado, as obras iniciaram no dia 03 de agosto de 2012 e será entregue aos futuros sorteados dentro de 60 dias”, disse Padre Franco.

Fonte: Ascom/Prefeitura de Cacoal
 

Mais Sobre Municípios

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor  Renê

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor Renê

É com profunda tristeza que a prefeitura de Rolim de Moura (RO) comunica o falecimento do médico Renê Alfredo Delgadillo Salgueiro, vítima da COVID-

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolesce